23/09/2014 às 07h21min - Atualizada em 23/09/2014 às 07h21min

Paulo Ferreira

Maratonista

Thiago Santos

 Thiago Santos: Levar uma vida comum, significa?

 Paulo Ferreira: No que diz respeito a maioria das pessoas, sempre vivem na mesma rotina que é do trabalho para casa e de casa para o trabalho. Graças a isto nunca sobra tempo para cuidarem de si mesmo e para piorar, com a correria do dia a dia, deixam de lado o que é sinônimo de saúde, como atividade física, precisando praticar apenas trinta  minutos diário de exercício físico. Já seria um bom começo. Porém, preferem arrumar desculpas para não fazer algo que os deixariam mais saudáveis, se enterrando assim  no sedentarismo!

 

 Uma simples camiseta se tornou inspiração  em de um novo começo? (Pergunta baseada num momento de vida, onde o entrevistado Paulo Ferreira, após vestir uma camiseta, pôde perceber o quanto precisava mudar em relação ao seu peso)

 Não somente. Costumo dizer que qualquer mudança em qualquer área de atuação, até mesmo no trabalho e até mesmo num casamento, não ocorre por um único motivo e no meu caso não foi diferente. São vários acontecimentos que nos levam a uma mudança de verdade. Tanto é que para explicar o que aconteceu comigo tive que escrever um livro: " De Sedentário e Obeso a Maratonista ". Outro fato é que todas as pessoas que viveram o  mesmo processo de certa forma passaram também por algum tipo de constrangimento ou humilhação.

 

 Entre os olhares preconceituosos e a consciência culposa, quem te feria mais?

 As duas coisas e principalmente a promessa que havia feito pra mim mesmo, que deveria mudar e mostrar para as demais pessoas que eu era capaz, principalmente para as que acreditavam que tal feito seria impossível.

 

 Como era viver sendo  “humilhado”  pelos números registrados na balança?

 No começo não me importava e até via graça nisso. Mas, tudo muda quando o gordinho começa a não sentir graça de ser gordo e isso aconteceu comigo!

 

 O que passou pela sua cabeça após o primeiro passo dado no primeiro dia de treinamento, e também o “segundo passo”  em sua primeira corrida?

 Uma sensação de  vitória, tive a nítida certeza que era possível. Fazendo a coisa certa não tinha como dar errado e eu havia encontrado o caminho e nada, nem ninguém iria me impedir, eu iria sim, atingir meus objetivos.

 

 Para finalizar nos fale como surgiu a ideia responsável pela existência de seu livro.

 Como comentei, foi preciso escrever um livro para contar todo o  meu processo de transformação.  

 A ideia surgiu a partir do momento em que muitos dos amigos ao me encontrar, queriam saber o que eu havia feito e como perdi todo aquele peso. Mas, as coisas tomaram um rumo maior quando eu  participei de uma maratona (42 km ), destinada a corrida de rua. Comecei a treinar e em 12/07/2012, realizei minha meta ao participar da corrida e foi aí que tive a certeza de que ali nascia uma história interessante, história de um sedentário e obeso, agora  maratonista.

 Atualmente faço a divulgação de meu livro  através do site: www.deobesoamaratonista.com

 E também através de palestras  para contar minha historia de superação e encorajar outras pessoas!

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »