05/07/2015 às 13h55min - Atualizada em 05/07/2015 às 13h55min

Tânia Lopes

Escritora

Thiago Santos

 Thiago Santos: Quem é o ser humano Tânia Lopes?

 Tânia Lopes: Sou super emotiva, apaixonada pelo que faço e muito grata pelo dom que Deus me deu. Sinto verdadeiro carinho por meus leitores, costumo dizer que são a engrenagem da minha carreira.

 Acredito que no mundo caótico em que vivemos a minha missão é a de proporcionar leveza; pincelar um pouco de alegria e paz na mente dos leitores.

 

 Tânia?

 Uma pessoa que leva como lema a honestidade, simplicidade e humildade. Acredita na força do bem, por mais complicada e difícil que a vida se apresente.

 

 Desde pequena o fantástico mundo da leitura que é responsável por proporcionar toda uma beleza para a alma humana já lhe era preciosa?

 Devo confessar que por influência de meu pai a música se faz muito forte em minha vida, ela é o principal combustível da minha inspiração. Depois vieram os filmes e foi na adolescência que me entreguei à leitura. Para ser honesta, quando estou envolvida com um trabalho não costumo ler outras obras, mas após terminá-lo, viro devoradora de livros.

 

 O que sentiu ao concluir os originais de suas obras?

 Quando concluí as primeiras obras nem imaginava que um dia elas seriam editadas. Confesso que sentia uma sensação de vazio quando escrevia a palavra: “Fim”.

 

 E ao tê-las em mãos podendo além de tocá-las ver seu nome como autora?

 Sabe a mistura de lágrimas e risos? Até hoje me emociono ao tocá-los.

 

 Sua primeira obra chama-se?

 Fascínio.

 

 Quais valores o livro “Fascínio” proporcionará ao leitor?

 Para mim, a palavra que se mostra intensa quando penso no Fascínio: Perdão. Podemos identificar outros valores como caráter, compreensão, compaixão e respeito.

 

 Sua primeira obra proporcionou todo o encorajamento necessário para que sua segunda obra fosse criada?

 Sem dúvida. Decidi disponibilizar o romance Fascínio em um site de leitura e após uma semana comecei a observar resultados muito positivos. Assim começaram os primeiros contatos com os leitores. Quando o Fascínio foi para a lista “Top Vinte Livros Mais Lidos”, em meio a obras estrangeiras de renome, senti que devia continuar. Foi assim que Insensatez começou a se materializar, aliás, o livro já estava praticamente concluído.

 

 No ato da leitura o leitor verá?

 O leitor vai se deparar com a determinação de uma jovem que almeja a realização profissional. Depois muitos momentos de ação, medo e a luta contra razão e coração.

 

 De um lado Patrícia Gomes e do outro a jovem mimada Julia. O que diferencia uma da outra?

 Patrícia é uma jovem emocionalmente mais estável, determinada, porém se joga, muitas vezes, de maneira inconsequente, pela busca da realização profissional. Júlia carrega grande mágoa e isso a leva a cometer várias loucuras, mas ao longo da trama sofre uma transformação.

 

 Percebo que sua filosofia na arte da escrita tem como pano de fundo o sexo feminino no todo de suas emoções. Fiz a leitura correta?

 Exatamente. Os meus livros têm muito da alma feminina. Não é premeditado, apenas acontece. É a minha maneira de escrever.

 

 Se importa em expressar palavras que se tornem sinônimo de inspiração para o amigo leitor que também deseja viver em prol da arte? E também uma frase que seja capaz de descrever o que você sente por fazer algo que muito ama?

 Levei anos para me dar conta de que as minhas “histórias” significavam uma profissão. Comecei a ouvir muito de algumas amigas que achavam um pecado os meus romances ficarem restritos a nós. Que assim como elas, muitas mulheres iam amar. Assim começou a minha luta.

 É necessário ser perseverante. Não importa quão distante esteja o seu objetivo ou quão difícil seja o caminho; lute! Somente com muita fé e força podemos trilhar este agridoce caminho! E lembre-se de valorizar as pequenas conquistas, elas estão lá, no seu dia a dia, basta prestar atenção!

 

 Para finalizar nos fale dos seus projetos atuais e futuro!

 Ao total, tenho quatro romances prontos e outros em andamento. Luto para me tornar mais conhecida. E claro, desejo editar todos os meus “filhotes”. Deixo aqui o link da minha FanPage para quem quiser acompanhar o meu trabalho: https://www.facebook.com/tanialopes.escritora?ref=hl

 Amei a entrevista, obrigada pela oportunidade.

 

 

 

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »