03/08/2014 às 10h13min - Atualizada em 03/08/2014 às 10h13min

7° Domingo de poesia: Para quando tu chegar

-

Isabela Gomes

Para Leminski,
Alice
ali se punha
por horas a fio
enquanto ele compunha
                                    [poesia
Machado chamava Carolina
que apesar de não ganhar rimas,
Se punha a corrigir os textos dele
à luz de lamparinas.
Peço eu amor, para quando chegar
que chegue com um nome
que me dê rima!
Coitado daquele que ama uma Camila!
Quero um nome rimando com céu, pincel,
canto, manto, tanto...
Quem sabe com Português
Ou a ga-
gagues que me dará ao te ver.
Na pior das hipóteses,
rime com repousa, ousa, pousa.
Pouse em mim, repouse em minha vida,
mas não me venha, por favor, com nome difícil
                                                               [sacrifício.

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »