13/04/2012 às 18h09min - Atualizada em 03/05/2012 às 18h09min

A elegância do blues de Donny Nichilo!

Falo do americano Donny Nichillo, que nasceu e foi criado em Chicago

Nando Pires

Um contra-senso enorme vem se tornando bastante freqüente e evidente aqui no Brasil.

Ao mesmo tempo em que temos acolhido ilustres nomes da música mundial, com a maior qualidade e, exportamos expoentes talentos musicais para os ditos países desenvolvidos, vivenciamos uma enxurrada constrangedora de lixo aspergido pelas nossas antenas de rádio e de TV.

A cultura da loteria, onde a arte virou forma de ganho rápido de dinheiro e fama, anda promovendo o surgimento de aeronautas paraquedistas, muitas vezes sem nenhuma acuidade musical e artística, que se auto proclamam como pseudo-celebridades e saem por aí “catando” instrumentistas de verdade para compor suas bandas a fim de desempenharem o papel de “animadores de festa” e fazer cartaz com as gatinhas, o que acabou por banalizar o sacolejo das popozudas e culminou na bundalização que hoje está por aí!

Culpa da Gretchen ou da Carla Perez??? (risos)

Traduzindo: Exportamos café, laranja e outros produtos da maior qualidade e em nosso mercado interno consumimos o que não passou no rigoroso controle de qualidade dos ditos desenvolvidos. Fatos antigos, sabidos, porém pouco divulgados, mas evidentes aos olhares atentos à quaisquer embalagens garbosas daqueles produtos sofisticados e caros produzidos aqui mesmo: “Made in Brazil” (escrito por nós mesmos com “z”) e com o acréscimo da seguinte citação: “Tipo exportação”.

Mas não se preocupem, vamos conseguir ferrar com isso também! (risos) Antigamente exportávamos artistas como a “Carmem Miranda” e o “Tom Jobim” entre outros nobres, mas agora estamos enfiando “Michel Teló” goela abaixo dos gringos! (risos) Nada como um dia da caça e outro do caçador, não é?!

De qualquer forma… Pretendo traçar estas linhas de uma forma positiva e, como usualmente, nada melhor do que apresentar um grande talento e trabalho musical que anda contribuindo com a elegância de seu blues para a nossa música brasileira!

Falo do americano Donny Nichillo, que nasceu e foi criado em Chicago, gravou e tocou com as maiores referências do blues e jazz mundiais, mas que ao vir para o Brasil parece ter se apaixonado por esta terra em que se plantando tudo dá! E no caso dele, deu “boa música”!

Com um cartel à altura dos grandes campões do boxe, pode-se dizer que Donny já desfrutou do prazer de tocar com alguns dos pesos mais pesados da música mundial, dentre eles o Buddy Guy, Steve Ray Vaughan, Carlos Santana e Ron Wood (guitarrista dos Stones). Mas o que mais deixa a gente (nós brasileiros) envaidecido é o fato da nova banda de Donny se basear numa formação totalmente “brazuca”, composta por músicos de São Paulo; o guitarrista “Igor Prado”, seu irmão “Yuri Prado” na bateria e “Rodrigo Mantovani” no contrabaixo.

Além de acompanha-lo nos shows, foi esse mesmo grupo que gravou seu último álbum, o CD “Donny Nichilo – Long Way From Chicago”, cujo adjetivo que mais me vem à mente desde a primeira faixa até a última e, após tê-lo ouvido várias e várias vezes, é a “elegância”!

Sim, se trata de uma sonoridade muito elaborada, muito fina e sofisticada que oferece os improvisos viscerais típicos do blues e do jazz, ao mesmo tempo em que cada nota parece ter sido cirurgicamente colocada em cada parte dos arranjos.

Certamente para os amantes da boa música é uma grande opção de qualidade ímpar! Aí vai o MySpace de Donny Nichilo para que possam curtir a sua música: www.myspace.com/donnynichiloband

Findo por lembrar aos interessados em ver shows de Donny Nichilo, que é só ficar de olho em sua agenda e na programação dos melhores festivais, teatros e casas de shows daqui mesmo do Brasil!!!

Desejo a todos um ótimo e revigorante final de semana musicado!

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »