16/05/2018 às 16h02min - Atualizada em 16/05/2018 às 16h02min

Mauricio de Sousa Produções e Sicredi lançam coleção Turma da Mônica sobre educação financeira

Renato Galvão
Maria Cristina Oliveira e Divulgação
Ontem (14), a sede da Mauricio de Sousa Produções, na Lapa, zona oeste de São Paulo, abrigou o lançamento da Sicredi e da própria Mauricio de Sousa Produções (MSP), com a coleção da Turma da Mônica com foco em educação financeira.
 
A grande ideia desta ação é a educação financeira, que não é uma realidade brasileira. Quando o assunto são as crianças, nota-se que as escolas não ensinam os pequenos a lidar com o dinheiro e de acordo com estudo realizado em abril deste ano, em todas as capitais através do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), destacou que 44% dos brasileiros debatem sobre dinheiro (finanças, economia) com familiares e 39% só discutem o assunto, quando uma crise financeira "se apresenta". Os dados ainda mostram que 58% (seis em cada 10 brasileiros), não gostam de cultivar tempo e cuidar da própria finança. 
 
Porém, é de notoriedade que quanto mais cedo se conversa sobre dinheiro, os novos cidadãos irão cultivar melhores hábitos financeiros e preservarão melhor seu "capital". 
 
Pensando nisso, a MSP através da sua força e qualidade ao atuar com crianças e adolescentes e a Sicredi, primeira instituição financeira cooperativa do Brasil, destacam "educação financeira para crianças", com seis edições, que irão circular em 2018 (três edições) e as outras três em 2019, seguindo diretrizes de órgãos especializados do setor financeiro. 
 
"E isso vai além de cálculos matemáticos. Abrange hábitos cotidianos, como fazer escolhas com o dinheiro, envolvendo razão e emoção, desejo e necessidade. A educação financeira engloba dimensões culturais, sociais e psicológicas", analisa o presidente nacional do Sistema Sicredi e da Central PR/SP/RJ, Manfred Dasenbrock. 
 
"O projeto das revistas sobre educação financeira do Sicredi é mais um exemplo de como a Turma da Mônica colabora com a educação, por meio da simpatia e carisma dos personagens e suas histórias. Dessa forma, as crianças têm acesso à informação de maneira lúdica e prazerosa, diferente da obrigação de decorar um conteúdo, normalmente estranho à sua realidade e ao seu vocabulário", aponta Mauricio de Sousa, da MSP.
Link
Relacionadas »
Comentários »