12/01/2023 às 09h06min - Atualizada em 13/01/2023 às 00h02min

Tecnologia e redes sociais ajudam profissionais a desmistificar algumas dúvidas das profissões

Policiais, peritos, cientistas, professores, médicos caíram no gosto das redes sociais e decidiram mostrar seu dia a dia para seguidores

SALA DA NOTÍCIA Carolina Peres
Jota Alison

Há alguns anos, se uma pessoa ouvisse que um dia, um médico postaria em seu canal no TikTok sobre o dia a dia de um consultório ou Pronto Socorro e daria dicas de primeiros socorros, a fala poderia ser definida como loucura. 

 

Contudo, os dias atuais mostram um cenário diferente, no qual não apenas marqueteiros e jornalistas publicam seus pontos importantes da profissão, mas também médicos, psicólogos e até mesmo policiais. 

 

De acordo com matéria publicada em 2022, só o Instagram, no Brasil, tem mais de 1.45 bilhão de inscritos. Neles, estão pessoas que querem compartilhar seu dia a dia e se tornar influenciadores em um determinado segmento. 

 

Já o Tik Tok conta com 1 bilhão de usuários ativos mensais consumindo os vídeos da rede social e também interagindo com as lives. No Tik Tok, por exemplo, é possível você ofertar um presente ao perfil durante uma live. 

 

Com essa alta exposição, há os perfis que sobressaem no mar de gente. Estes viram influenciadores de um determinado segmento e começam a ganhar visibilidade, pois aos olhos do marketing e da publicidade, tais perfis falam direto com um público-alvo segmentado e ainda mais assertivo. 

 

Contudo, alguns cuidados precisam ser levados em consideração na hora de dar ibope para esses perfis. É preciso que você analise a página do influenciador, veja os comentários, se há respostas efetivas e que realmente tiram dúvidas, se há empatia do influencer com sua audiência, por exemplo. 

 

Confira perfis de influenciadores profissionais que valem a pena ser seguidos

 

Jota Alison

 

Jota Alison é policial em Arapongas, Londrina e fala bastante do seu dia a dia na corporação, mas também sobre esportes radicais, exercícios e motocicletas. Ajuda os seguidores a entender mais sobre o dia a dia da profissão, os riscos e como funciona a vida na ROCAM. 

 

Kelly Oliveira

 

A Dra. Kelly Oliveira é pediatra e pós graduanda em autismo. No seu dia a dia no Instagram ela tenta desmistificar a pediatria e dá dicas importantes para mãe, pais, tutores e quem mais cuida de crianças. Sempre com um conteúdo fácil de entender e sem mitos ou termos muito complicados. 

 

João Alho

 

O Dr. João Alho é reumatologista e tem como objetivo ajudar seus seguidores a desmistificar dúvidas sobre fibromialgia e Lupus, por exemplo, Ele mescla posts pessoais com profissionais e tem um conteúdo interessante para quem quer entender mais sobre doenças reumatológicas. 

 

Sophie Deram

 

A Dra. Sophie é uma nutricionista bem humorada que aplica um método de terapia nutricional na qual ajuda seus pacientes e seguidores a seguir a vida sem dietas pesadas ou muito restritivas. 

 

Seus vídeos têm mais de 10 mil visualizações, sempre de pessoas em busca do tão sonhado emagrecimento. 

 

É sempre importante verificar o perfil do influenciador, ver se as ideias dele têm fit com seus ideais e personalidade e aproveitar para interagir. Médios influenciadores têm mais chances de responder a um comentário e isso ajuda na personificação e continuidade dos perfis. 

 

O marketing de influenciadores caiu no gosto das grandes empresas que veem nesses perfis mais chances de atingir o público diretamente. 

 

E o marketing de influência dá certo, mesmo para pequenas empresas com pouco budget. Durante a época da COVID-q9, Marcella, Masi Daud, teve prejuízos até decidir criar uma ação com pequenos influenciadores para vender o estoque. O resultado foi a transformação do perfil da loja de Marcella que passou a ser institucional para receber novos compradores no atacado com mais de 50 pedidos, apenas no Instagram, por mês. 

 

Para 2023, ações de marketing com pequenos influenciadores podem ser ainda mais efetivas e trazer resultados positivos. O mercado de comunicação nas redes sociais está aquecido e, cada vez mais pessoas, que têm histórias para contar, decidem abrir suas portas para desmistificar temas antes nunca mencionados. 



 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp