11/09/2012 às 00h59min - Atualizada em 11/09/2012 às 00h59min

Soninha é a favor da manutenção da Operação Delegada

A candidata da Coligação “Um Sinal Verde para São Paulo”, Soninha Francine, participou na manhã desta quinta-feira (6/9) de café da manhã com a diretoria da Associação dos Cabos e Soldados da Policia Militar de São Paulo, entidade que registra em seus quadros mais de 70 mil filiados.

Assessoria de Imprensa da Coligação "Um Sinal Verde para São Paulo" - PPS/PMN

Recebida pelo presidente da entidade, Wilson Morais, Soninha teve a oportunidade de conhecer as principais dificuldades enfrentadas pelos policiais militares. Um dos grandes problemas da corporação é a questão da moradia.

“Muitos policais vivem em condições precárias, ameaçadoras, e milhares vivem em lugares com forte presença do crime organizado. Portanto, não podemos tolerar lugares desse tipo. E independente disso, pelo nível de renda e pelo estresse típico da função, a Prefeitura tem que oferecer melhores condições de moradias, bem localizadas e por um bom preço”, disse.

A candidata também afirmou que é a favor da continuidade da Operação Delegada, uma parceria entre Prefeitura e Governo do Estado.
“Eu sou a favor da Operação Delegada enquanto conceito, pois achei inteligente da parte da Prefeitura oferecer aos policiais militares a possibilidade de atuarem fardados, legalmente, nos horários em que não estão a serviço oficial”.

Para ela, é fundamental que o serviço adicional não sobrecarregue os policiais. Isso pode tornar suas jornadas cansativas em excesso".

“Na prática a Operação Delegada tem funcionado muito bem. Claro que sempre haverá problemas, mas de um modo geral ela trouxe bons resultados e complementou muito bem a ação de polícia administrativa da Prefeitura no combate ao crime, que às vezes se mistura muito com a irregularidade, que são coisas diferentes”.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »