21/09/2015 às 13h01min - Atualizada em 21/09/2015 às 13h01min

Stefanini anuncia novo escritório e criação de um centro de P&D para a Ásia em Cingapura

Beatriz

A Stefanini, uma das mais importantes provedoras globais de soluções de negócios baseadas em tecnologia, está inaugurando seu primeiro escritório em Cingapura, juntamente com um Centro de Pesquisa e Desenvolvimento que, a longo prazo, será um hub para toda a Ásia. O anúncio será realizado oficialmente durante o Singapore Summit 2015, que reúne nos dias 18 e 19 de setembro líderes empresariais de todo o mundo para discutir temas relacionados ao futuro econômico, financeiro e de negócios do mundo com foco na Ásia. 
 
O projeto começou há dois anos, quando a Stefanini entrou em contato com o Conselho de Desenvolvimento Econômico de Cingapura (EDB) para avaliar as oportunidades de negócios. Atualmente, o grupo está presente nos seguintes países do continente asiático: China, Índia, Malásia, Filipinas e Tailândia.
“Cingapura se tornou um expoente em tecnologia e tem investido fortemente no desenvolvimento de analytics. Nosso centro de P&D em Cingapura atuará em parceria com a Datastorm, empresa do Grupo Stefanini especializada em big data e analytics, e com institutos de pesquisa locais. Vamos trabalhar com parceiros, tais como a Agência para Ciência, Tecnologia e Pesquisa (A*STAR) e com a Singapore Management University (SMU) em programas específicos de formação e apoio à pesquisa. Nossa ideia é combinar a expertise da Datastorm e dos institutos de pesquisa de Cingapura para aprimorar as ofertas de analytics”, afirma Marco Stefanini, CEO global do Grupo Stefanini.
 
Durante a visita à Cingapura, Marco Stefanini também assinou um memorando de entendimento (MOU) com a A*STAR para que possam desenvolver conjuntamente soluções de analytics e “Internet das Coisas” para as verticais de Indústria, Telecomunicações, Varejo, Saúde, Setor Farmacêutico, Bancos, Seguros e Serviços Financeiros.
 
"Estamos muito satisfeitos com a decisão da Stefanini de estabelecer seu escritório e centro de P&D em Cingapura, o primeiro a ser inaugurado neste porte por uma empresa latino-americana. Esta é mais uma prova de como este país asiático assumiu o papel de Capital Digital da Ásia, onde as empresas podem trabalhar com parceiros para o desenvolvimento de novas soluções para o mercado global”, disse o Sr. Yeoh Keat Chuan, Managing Director, Singapore EDB.
 
O centro de P&D terá um time local de pesquisadores e cientistas de tecnologia, que trabalhará em sinergia com os outros centros de pesquisas e desenvolvimento da Stefanini ao redor do mundo.
 
O novo acordo mostra o fôlego do grupo para atuar internacionalmente, além de integrar os projetos de expansão da empresa que, ao longo de 2015, anunciou outras quatro movimentações importantes: fusão com a IHM Engenharia, joint venture com a Tema Sistemas, aquisição de 40% da empresa de multisserviços Saque & Paque e a inauguração de um novo escritório em Ontário, no Canadá. 
 
“Cingapura tem uma economia altamente industrializada, com modernas instalações portuárias e elevada presença de multinacionais estrangeiras. O país está investindo no desenvolvimento de tecnologia de ponta e, por isso, acreditamos que tenha todas as condições de liderar o processo de inovação no mundo”, completa Marco.

O país passou do terceiro para o primeiro mundo em duas gerações. Levou 22 anos para dobrar seu PIB per capita, cerca de metade do tempo de outras economias desenvolvidas, como a Austrália. Em 2014, seu PIB per capita foi de 71.318 dólares de Cingapura (US$ 52.000), considerado um dos mais elevados do mundo.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »