10/09/2012 às 23h32min - Atualizada em 10/09/2012 às 23h32min

Haddad critica a falta de propostas dos adversários

Candidato do PT à Prefeitura de São Paulo participou do Dia Lilás,onde reforçou sua intenção de criar uma Secretaria das Mulheres, e também comentou o nível da campanha eleitoral no rádio e na TV

Analítica Comunicação

São Paulo é uma cidade que merece projetos à altura de sua magnitude, segundo o candidato do PT à Prefeitura, Fernando Haddad. Mas, ao contrário de sua campanha, os adversários preferem usar o espaço destinado ao horário político para ou fazer ataques ou soltar balões de ensaio, diz o candidato.

“Tem candidato que está cotado nas pesquisas, mas sem projeto para São Paulo e ensaia apenas medidas cosméticas. Um exemplo está na saúde. Os problemas vão desde o atendimento em um posto de saúde, passando pelas filas,até o número de leitos. No caso, a solução aparece como um passe de mágica,dizendo que só é necessário aumentar salário dos médicos. A solução, no entanto, é muito mais complexa”, comentou Haddad, após participar de caminhada do Dia Lilás, entre as praças Ramos de Azevedo e da República, no centro da cidade.O evento teve a participação dos senadores Marta e Eduardo Suplicy, da candidata a vice, Nádia Campeão, do presidente do PT, Rui Falcão e de candidatos a vereador.

O candidato do PT ainda disse que outra candidatura tem apenas como proposta “a continuidade de uma gestão que tem 80% de reprovação entre a população paulistana”.

Sobre seu plano de governo, Haddad disse que, além de se valer de experiências exitosas das gestões Erundina e Marta, usa também instrumentos que tiveram sucesso no Governo Federal, com Lula e Dilma.

“Todos [os candidatos] temos o compromisso de apresentar propostas amplas consistentes e com diagnóstico profundo sobre os diversos temas. À medida que as eleições vão se aproximando, as pessoas tomam mais conhecimento das propostas para poder comparar”, analisou.

 

Mulheres

No discurso de encerramento da caminhada do Dia Lilás, um evento tradicional do PT no qual as mulheres do partido saem em passeata para apresentar suas reivindicações, Haddad reafirmou sua proposta de criar a secretaria das Mulheres. O candidato do PT também falou da importância da implantação do ensino integral. “As trabalhadoras não ficam só meio período em seus empregos. Elas sabem que, durante uma parte do dia, seus filhos estão na escola, mas no outro turno, eles não ficam sobre os cuidados do Estado. Mas com o ensino de tempo integral isso vai ser diferente. As mães vão poder trabalhar sem preocupação”, disse Haddad.

Durante o evento, o candidato esteve acompanhado de sua vice, Nádia Campeão; de sua mulher, Ana Estela; da senadora e ex-prefeita Marta Suplicy; do também senador Eduardo Suplicy; e dos deputados federais Paulo Teixeira, Vicente Cândido e Rui Falcão.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »