10/09/2015 às 17h09min - Atualizada em 10/09/2015 às 17h09min

Chapeuzinho Cor de Mel e um monstro pra lá de cruel abre temporada no Teatro Fernanda Montenegro

De forma lúdica, peça ensina por meio de rimas e da musicalidade típica do cordel os cuidados essenciais para combater o mosquito da dengue

NCA Comunicação
Divulgação

Conto de fadas europeu ganha versão brasileira moderna com toque educativo e inspiração da literatura de cordel. Assim é a montagem "Chapeuzinho Cor de Mel e um monstro pra lá de cruel", dirigida por Mauricio Vogue e com texto de Hardy Guedes, que retorna aos palcos de Curitiba, neste domingo (13), às 16 horas, desta vez no Teatro Fernanda Montenegro, do Shopping Novo Batel. 

A peça traz no elenco Amanda Leal, Jeff Franco, Taciane Vieira e Renet Lyon, que apresentam figurinos de Eduardo Giacomini. Os quatro atores, a partir de uma caixa de música, que se desdobra em vários objetos e espaços no palco, contam a história da menina que vai até a casa da avó doente e no caminho se depara com uma figura sinistra. No caso, sai de cena o Lobo Mau e entra em ação o mosquito da dengue. 

O tema sobre a dengue é trazido à tona de forma lúdica e informativa por meio de rimas e da musicalidade típica do cordel. O enredo se passa nos cenários criados por Rhenan Queiroz. A trilha sonora é assinada pelo músico Diegho Kozievicth. 

Ficha técnica
"Chapeuzinho Cor de Mel e um monstro pra lá de cruel"
Texto: Hardy Guedes 
Direção: Maurício Vogue
Elenco: Amanda Leal, Jeff Franco, Taciane Vieira e Renet Lyon
Música original: Diegho Kozievitch
Figurinos: Eduardo Giacomini
Cenário: Rhenan Gueiroz

Serviço 
"Chapeuzinho Cor de Mel e um monstro pra lá de cruel"
Dias: 13, 19 e 20, 26 e 27 de setembro, às 16 horas
Local: Teatro Fernanda Montenegro - Shopping Novo Batel (Rua Coronel Dulcídio, 517 - Batel)
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia-entrada)
Ingressos: http://www.ingresso.com/curitiba/home/espetaculo/teatro/chapeuzinho-cor-de-mel
Informações: (41) 3224-4986 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »