08/09/2015 às 22h41min - Atualizada em 08/09/2015 às 22h41min

ESPETÁCULO ONDAS CURTAS REESTREIA NO TEATRO CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS

Peça reúne três cenas curtas dos autores Jô Bilac, Lucas Mayor e Marcos Gomes, os dois últimos também assinam a direção. Texto apresenta acontecimentos pitorescos que poderiam estampar as manchetes dos jornais

Amália Pereira

O espetáculo ONDAS CURTAS reestreia dia 11 de setembro, sexta-feira, às 21h30, no TEATRO CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS. Peça reúne três cenas curtas dos autores Jô Bilac, Lucas Mayor e Marcos Gomes, os dois últimos também assinam a direção. Texto aborda acontecimentos pitorescos que poderiam estampar as manchetes dos jornais. Montagem é da Cia La Plongée.

Em ONDAS CURTAS, tal como os ‘fait divers’ (fatos diversos), expressão própria do jargão jornalístico que designa acontecimentos pitorescos e algo inexplicáveis, colhidos na rua, as três cenas que formam o conjunto da peça poderiam facilmente estampar as manchetes dos jornais e os programas noticiosos do rádio.

Na primeira cena, Drive-in, texto inédito de Jô Bilac, direção de Lucas Mayor, um casal (Pablo Perosa e Luna Martinelli) assiste à exibição de um filme enquanto repassa as bases do relacionamento. Na sequência, Drive-Thru, texto e direção de Marcos Gomes, uma festa a fantasia agrupa três personagens (Luna Martinelli, Marcos Gomes e Pablo Perosa) lidando com questões de identidade.

Na última cena, Seja bem-vindo, titio Walter, texto e direção de Lucas Mayor, um aeroporto serve como consultório terapêutico para assuntos familiares, no elenco os atores Antoniela Canto, Gabriela Fortanell e Mauricio Bittencourt.

“Três lugares de fluxo constante, de passagem. As ondas do rádio. As notícias do jornal. A ‘vida-jornal’, embrulhando frutas na feira, servindo de tapete de esterco para o papagaio da vizinha. A vida dando voltas no quarteirão, sem rumo, assim como um entregador de jornal que sofre de amnésia”, afirma o autor e diretor Lucas Mayor.

Cia. La Plongée: Fundada em 2012, a Cia. La Plongée, coletivo de atores egresso da PUC, juntou-se ao grupo Cemitério de Automóveis em setembro de 2013. Lucas Mayor, dramaturgo da companhia, escreveu e dirigiu profissionalmente, ainda em 2012, os espetáculos “Não se deve estar sozinho à noite quando começa a esfriar, pois somos lentos demais para poder fugir” e “Baixo Augusta”. No ano de 2013, concluiu a escrita de “Dias e noites”, que teve direção de Mário Bortolotto. O seu texto mais recente, “Patrimônio”, teve novamente a direção de Mário Bortolotto, consolidando assim uma parceria entre as companhias, que, ao lado das montagens, desenvolvem mostras de cinema, um projeto de cenas curtas mensais (QUINTA EM CENA), focado no surgimento de novos dramaturgos, encenadores e atores, um ciclo de palestras (CONVERSAÇÕES) ligadas aos mais diversos assuntos, bem como lançamentos de livros e exposições de jovens artistas.

Para roteiro 

ONDAS CURTAS – Reestreia dia 11 de setembro de 2015, sexta-feira, às 21h30. Texto: Jô Bilac, Lucas Mayor e Marcos Gomes. Direção: Lucas Mayor e Marcos Gomes. Elenco: Antoniela Canto, Gabriela Fortanell, Luna Martinelli, Marcos Gomes, Mauricio Bittencourt e Pablo Perosa. Duração: 60 minutos. Classificação: 14 anos. Ingressos: Ingresso: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). Sextas, às 21h30. Até 30 de outubro.

TEATRO CEMITÉRIO DE AUTOMÓVEIS – Rua Frei Caneca, 384 – Consolação. Telefone: 2371-5743. Capacidade 35 lugares. Bilheteria funciona de sexta a domingo, uma hora antes do início do espetáculo. Acesso para deficientes. Ar condicionado. BAR. Aceita cartão. Informações sobre o espaço e atividades: site  www.cemiteriodeautomoveis.com.br

(Amália Pereira – Agosto/2015)

Assessoria de Imprensa

Amália Pereira - MTB: 28545 

(11) 3159-1822 / (11) 9 9762-5340

amaliapereira@terra.com.br

 

 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »