01/09/2015 às 10h48min - Atualizada em 01/09/2015 às 10h48min

Isic foca na educação, indústria e mercado das áreas da saúde e beleza

Negócios do segmento continuam promissores com crescimento de 10 a 15% ao ano e pede qualificação profissional

Facto Jornalismo Empresarial
ISIC - Instituto Schulman de Investigação Científica

Que a beleza abre portas e traz oportunidades ninguém duvida, haja vista o volume de negócios, eventos e produtos que a cada dia surgem no mercado, envolvendo empresários, pesquisadores e dirigentes públicos que precisam dividir experiências, discutir ideias para que  o mundo ganhe qualidade e responsabilidade em produtos e serviços.

O cuidado com o corpo e a aparência é um comportamento mundial, inclusive o Brasil é o terceiro maior mercado consumidor de beleza, atrás apenas dos Estados Unidos e da China.

Com o objetivo de disseminar a modernidade na indústria, estimular a inovação, a pesquisa científica e o desenvolvimento tecnológico, o ISIC – Instituto Schulman de Investigação Científica surge para atender as necessidades do segmento de Tecnologia de Cosméticos em todas as suas vertentes.

O Instituto Schulman de Investigação Científica é uma instituição de estudos científicos que tem o apoio direto de uma indústria cosmética: a Vita Derm Hipoalergênica, empresa que há mais de 30 anos oferece produtos e serviços associados à beleza com qualidade de vida.

O ISIC – Instituto Schulman de Investigação Científica marcará presença na Beauty Fair, de 05 a 08 de setembro, no Expo Center Norte, em São Paulo. O ISIC é direcionado a acadêmicos, docentes e profissionais do segmento de Beleza que trabalhem de forma interativa com a área da Saúde e tenham interesse em realizar pesquisas relacionadas a cosméticos, pele e cabelo.

Entre 2010 e 2015, o número de registros nesse segmento foi multiplicado por cinco, com um incremento de 567%, somando 482,4 mil novos empreendedores, segundo dados do Sebrae Nacional.

Para se ter ideia da relevância do setor da beleza, o crescimento registra de 10% a 15% ao ano, segundo a Abihpec (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos). A estimativa para 2015 é que o brasileiro gaste R$ 50 milhões em produtos de higiene e beleza. O mercado de beleza masculino representa 25% a 30%.

Por isso, é justificável que o campo de trabalho para esteticistas nunca esteve tão em alta como nos últimos anos, mas é necessário investir na qualificação profissional, sendo um requisito imprescindível para se destacar nesse concorrido mercado, principalmente, porque os clientes estão mais exigentes.

A indústria cosmética e a área da estética estão intimamente ligadas, ambas proporcionam às pessoas embelezamento e inúmeras formas de conquistar a jovialidade com saúde. Os estudos científicos, as pesquisas, que envolvem as inovações cosméticas, tecnológicas e mercadológicas são essenciais para a área da beleza.  

Segundo o Dr. Marcelo Schulman, Farmacêutico e Mestre em Dermofarmácia, o ISIC tem uma interação com os segmentos da indústria, mercado, escolas e academias de ensino, através de cursos, comunicação social, workshops educacionais e pesquisa. “Enxergamos a necessidade no mercado de um novo modelo de cursos voltados à capacitação, onde o ensino da prática é essencial. Os cursos do ISIC são ministrados por profissionais de primeiro gabarito com vivência no mercado e no mundo acadêmico, contribuindo com o segmento”, afirma.

A equipe do ISIC é formada por um corpo técnico de farmacêuticos, cosmetólogos, fisioterapeutas, médicos, esteticistas, cabeleireiros e biólogos. “O nosso objetivo é incentivar o conhecimento, novas ideias e negócios, gerando potenciais profissionais, alunos e atraindo talentos”, diz Dr. Marcelo Schulman.

O ISIC abre um leque de oportunidades para os que buscam se atualizar na área, atendendo prontamente o mercado.

 

ISIC – Instituto Schulman de Investigação Científica

isic@sic.net.br

facebook.com/isic.net

twitter.com/ISIC_Schulman

www.isic.net.br

 

 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »