26/08/2015 às 15h24min - Atualizada em 26/08/2015 às 15h24min

Solução da Dataplace já está adaptada ao novo Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais - SAT

A obrigatoriedade atinge todos os comerciantes do Estado de São Paulo que emitem cupom fiscal há mais de cinco anos. Medida vale para empresas com faturamento anual acima de R$ 120 mil

Capital Informação

A Dataplace, desenvolvedora e fornecedora nacional de soluções de gestão empresarial (ERP), anuncia mais um pacote de novidades para a sua plataforma de gestão empresarial, integrada e modular, o Dataplace Symphony.

O Dataplace Symphony já está preparado para realizar operações por meio do novo Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais (SAT), exigido pela Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz). O SAT é um hardware gerador de cupons fiscais que deve ser instalado fisicamente no estabelecimento comercial. Pelas novas regras, que entraram em vigor em 1º de julho, os comerciantes do Estado de São Paulo que emitem notas fiscais por meio do Emissor de Cupom Fiscal (ECF) há mais de cinco anos deverão substituí-lo pelo SAT. A obrigatoriedade atinge os estabelecimentos comerciais com faturamento anual acima de R$ 120 mil.

De acordo com dados divulgados pela Sefaz-SP em maio desse ano, cerca de 140 mil ECFs perderão a validade e deverão ser desabilitados a partir de julho. “Mas as empresas com faturamento menor também precisam ficar atentas porque o Governo já anunciou um cronograma de redução do teto para a utilização do SAT. A partir de janeiro de 2016, os estabelecimentos comerciais que faturam até R$ 100 mil também serão obrigados a usar o SAT. Em 2017, o teto cai para R$ 80 mil e em 2017, para R$ 60 mil”, ressalta Heloiza Gardinale, gerente de P&D da Dataplace e especialista em implantação das obrigatoriedades fiscais e tributárias do Sped.

De acordo com Heloiza, a Dataplace já concluiu a migração do sistema de PAF-ECF para SAT-CFe e a mudança exigiu a customização de alguns parâmetros do sistema como, por exemplo, a utilização opcional do SAT-CFe em fila no ambiente do cliente, funcionalidade também oferecida pelo sistema da Dataplace. “Devido ao grande volume de ECFs que precisarão ser desativados, o Governo está escalonando esse serviço. Mas é importante que os donos dos estabelecimentos que se enquadram na medida não deixem para última hora porque as notas emitidas por ECFs com mais de cinco anos não terão mais validade jurídica”, reforça a gerente de P&D da Dataplace.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »