24/08/2015 às 17h23min - Atualizada em 24/08/2015 às 17h23min

BASF inaugura Casa Econômica com inovação para maior produtividade e eficiência na construção

Projeto entrega soluções para promover rapidez e redução do custo total da obra

Imprensa CasaE
João Athaíde

A BASF lança uma proposta inovadora para a indústria da construção: a Casa Econômica, edificação que aplica soluções acessíveis da BASF e seus parceiros, com o objetivo de reduzir o custo total das obras, garantindo economia de tempo e recursos. Com 32m2, o novo projeto, localizado na Zona Sul de São Paulo, está entre as ações criadas para comemorar os 150 anos da empresa. Sob o lema “Celebrar e cocriar”, a companhia pretende transformar o futuro e deixar aprendizados positivos para a sociedade.

A moradia urbana é um dos grandes desafios mundiais. Em 2025 estima-se que 2/3 da população resida nos grandes centros, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), gerando maior demanda de energia, transporte, alimentação e infraestrutura. Só no Brasil, estima-se que, até 2022, serão necessárias 23 milhões de novas moradias, conforme estudo publicado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção.

“As propostas atuais para resolver a questão habitacional acabam repetindo os sistemas construtivos tradicionais ou trazem poucas inovações, mantendo a construção civil entre os setores que mais consomem recursos e geram resíduos”, considera Camila Lourencini, gerente da Estratégia para Indústria da Construção da BASF.

Diante desse cenário, a BASF identificou no sistema construtivo isotérmico – painel sanduíche de poliuretano, o Elastopor – uma solução inovadora para construir com mais rapidez, eficiência, redução de mão de obra, menos resíduos e durabilidade. A empresa fornece à indústria os produtos que compõem a espuma rígida, núcleo do painel sanduíche, e contou com a parceria da Isoeste Construtivos Isotérmicos para este projeto.

Atualmente, o material é utilizado em grandes empreendimentos, como shoppings, galpões e também para alojamentos. A proposta leva a inovação ao uso residencial, priorizando o conforto dos moradores.

“A Isoeste vê o projeto da Casa Econômica como um grande avanço tecnológico rumo à industrialização da construção. Será possível demonstrar para toda a cadeia envolvida, e de forma simples, os reais benefícios  deste sistema construtivo”, afirma Ricardo Panhan, diretor Comercial América Latina da companhia.

Elastopor é uma espuma rígida de poliuretano que apresenta níveis de condutividade térmica baixíssimos quando comparado a isolantes convencionais: reduz em até 90% a transferência de calor entre os ambientes. É 20 vezes mais isolante que tijolos e 80 vezes mais que o concreto.

Além do conforto, essa propriedade garante economia de energia durante o uso da edificação. “A sustentabilidade também é garantida pela ausência de água em todo o processo produtivo, desde a fábrica até a instalação no local da obra”, explica Panhan. “Estes fatores, por si só, já qualificam o sistema a ser amplamente aplicado em um breve futuro no Brasil”.

Como é um método industrializado, a construção pode ser feita em até metade do tempo, quando comparada aos processos tradicionais, e com uma redução de cerca de 40% na necessidade de mão de obra. A estrutura, cobertura e fechamento da Casa Econômica foi montada em três dias, 10 vezes mais rápido que uma construção tradicional. “Quando aplicada na construção em série, esse tempo pode ser ainda mais otimizado”, avalia Camila.

“Hoje o Brasil é o 56º no Ranking de Produtividade Global – os Estados Unidos constroem seis vezes mais rápido que o Brasil. É preciso industrializar o setor, torná-lo mais eficiente”, completa Camila.

O método se adequa a vários tipos de projetos. As peças são encomendadas nas medidas exatas, garantindo baixa geração de resíduos. A taxa de desperdício do material é de apenas 0,5%, o que representa oito vezes menos perdas do que o sistema tradicional.

Na Casa Econômica foram aplicadas outras soluções da BASF, tais como:

MasterGlenium®: hiperplastificante que aumenta a eficiência da hidratação do cimento, reduzindo o uso de água em até 40% em relação aos processos convencionais. A água é o insumo mais utilizado nas construções, seguido do concreto. Além disso, o produto gera uma diminuição nas emissões de CO2.

MasterSeal 515®: argamassa polimérica impermeabilizante, semiflexivel, que proporciona revestimento com excelente aderência e resistência mecânica.

MasterSeal NP 100®: selante híbrido à base de poliuretano com alto desempenho utilizado na vedação das janelas e portas.

Acronal ®: Adesivo acrílico base água para pisos vinílicos, com maior adesão e durabilidade.

Suvinil Maxx Rendimento: tinta que rende até 500m2, proporciona ultra cobertura e alto nível de qualidade.

Suvinil Textura: tinta à base de água, que possui maior durabilidade e conforto visual, com diferentes opções de acabamento e cores.

Além da Isoeste, outros parceiros viabilizaram a concretização do projeto: a Daikin, com ar-condicionados; Redimax, com energia solar; Veka, com portas e janelas; Fineflex com cortinas; Magazine Luiza, que disponibilizou todo o mobiliário; e por fim a Consul, com todos os eletrodomésticos.

A Casa Econômica foi construída no mesmo espaço da CasaE, a Casa Ecoeficiente da BASF, em São Paulo. O local está aberto à visitação gratuita, e a inscrição pode ser feita pelo e-mail casae@basf.com.

 

Sobre a BASF

Na BASF nós transformamos a química – e estamos fazendo isso há 150 anos. Nosso portifólio de produtos oferece desde químicos, plásticos, produtos de performance e para proteção de cultivos, até petróleo e gás. Como empresa química líder mundial, nós combinamos o sucesso econômico, responsabilidade social e proteção ambiental. Por meio da ciência e da inovação, nós possibilitamos aos nossos clientes de todas as indústrias atender às atuais e futuras necessidades da sociedade. Nossos produtos e soluções contribuem para a preservação dos recursos, assegurando nutrição saudável e melhoria da qualidade de vida. Nós resumimos essa contribuição em nossa proposição corporativa: “Wecreatechemistry for a sustainable future” – Nós transformamos a química para um futuro sustentável. A BASF contabilizou vendas de mais de €74 bilhões em 2014 e contava com mais de 113 mil colaboradores no final do ano. As ações da BASF são negociadas nas bolsas de valores de Frankfurt (BAS), Londres (BFA) e Zurique (AN). Mais informações sobre a BASF estão disponíveis no endereço www.basf.com.br ou nos perfis corporativos da empresa no Facebook (BASF Brasil) e no Twitter (@BASF_brasil).


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »