29/08/2012 às 19h01min - Atualizada em 29/08/2012 às 19h01min

Tutto Italiano: um espaço para o dolce far niente no coração dos Jardins

Casa de Chico Lowndes e Beto Giorgi conta com drinques de Marcelo Vasconcellos. Ambiente do bar, coquetel Negroni Sbagliato e risoto de frutos do mar do Tutto Italiano

Agência TAO

Um ponto de encontro para celebrar o dolce far niente, desfrutando sem pressa de bons pratos, boas bebidas e boa música desde o almoço até a alta madrugada. Misto de bar e bistrô alla italiana, o Tutto Italiano Bar & Cucina é localizado no coração dos Jardins, a meio caminho das festas, exposições, shows que agitam o bairro. A casa nasceu da união do expoente da noite paulistana Chico Lowndes (Sonique e Studio Emme) à expertise em gastronomia de Beto Giorgi (L’Amitié, Paris6, Porto Luna). A combinação de sócios trouxe também o premiado barman Marcelo Vasconcellos. “O intuito do local é que as pessoas venham pela comida e fiquem pela diversão. Pensamos minuciosamente em todo o conceito – do serviço à trilha sonora – para agradar aos clientes do horário do almoço ao late diner”, explica Lowndes.

 

O sobrado na charmosa esquina da Rua Melo Alves com Alameda Tietê foi transformado pelo escritório de arquitetura de Paulo Milani, criador de sucessos como o Club B.A.S.E. e o Columbia. Grandes janelas filtram luz natural pelos três ambientes de temática retrô, que à noite ficam à meia luz, num clima cúmplice e despojado de ver e ser visto. Logo na entrada, o imponente bar chama atenção pela parede de espelhos e os conjuntos de luminárias, e os coquetéis saídos do balcão animam os fãs de um aperitivo e pequenos bocados para começar a noite. O salão é um espaço para encontros regidos pela descontração e não pelo relógio, enquanto a seleção musical apresenta desde antigos clássicos aos últimos lançamentos. Próxima à calçada, a terraza é um convite para aproveitar os dias de clima ameno.

 

A carta de coquetéis traz ícones italianos, como o Bellini (R$ 25), com purê fresco de pêssego, Prosecco di Valdobbiadene, da região do Vêneto, e finalizado com espuma de pêssego. O espumante também integra o Sgroppino (R$ 25), que mescla vodca, limoncello e sorbet de limão batido; e o Negroni Sbagliato (R$ 23, foto acima), versão efervescente do tradicional coquetel criada em Milão que leva os bitters Campari, Aperol e vermouth rosso. Na seção de drinques vintage, clássicos quase esquecidos ganham um toque contemporâneo. É o caso do Mata Hari (R$ 25), uma mistura de conhaque Hennessy v.s.o.p., calda de cereja amarena, suco de cranberry, mix de cítricos e dry vermouth com infusão de chai. O Bramble (R$ 25) é uma variação do Dry Martini popular na década de 1940 preparada com gim, mix de cítricos e licor de amoras. Já a receita do Sazerac (R$ 25) mudou ao longo dos anos e Vasconcellos optou por reproduzi-la com o rum Zacapa Centenário 23, calda fina de açúcar, bitter de grapefruit feito no bar e um leve toque de absinto. O barman também criou cinco coquetéis exclusivos para o Tutto Italiano, entre eles, o Lotus Martini (R$ 27) feito com vodca, creme de lichia com guaraná, grapefruit fresco, um toque de Cointreau, calda de framboesa e finalizado com aroma de flores. O Squeezed Don Julio traz tequila 100% agave, creme de cambuci com abacaxi, mix de cítricos, suco de cranberry e soda citrus. O Lemongrass Martini (R$ 27, foto à esquerda), com gim, suco de capim limão, néctar de maçã verde, calda de gengibre e aroma de casca de laranja, completa a seleção.


Dal Pranzo Alla Cena

O cardápio explora as diferentes categorias da culinária italiana tradicional com preços acessíveis. Para começar, há pratos que podem fazer as vezes de entradas ou petiscos como o Vitello tonnato (R$ 28, foto à direita), fatias de rosbife de vitelo com molho cremoso de atum com alcaparras; o Crudo con burrata (R$ 34), presunto cru acompanhado de burrata salpicada de azeite e raspas de limão siciliano; e a Bruschetta peposo (R$ 22), receita toscana com pão tostado e cozido de carne apimentada. Entre os sanduíches, destaque para o Ciabatta com salmone (R$ 21), com salmão defumado, aspargos, maionese e limão siciliano.

 

O risoto aparece em quatro versões, como o Con frutti di mare (R$ 52), e o Del contadino (R$ 38), com linguiça, vinho tinto e feijão corado. As polentas também ganham um espaço especial no cardápio com opções cremosas, como a Con ragú d’ossobuco (R$ 28), e grelhadas, como a Crostone com polpette (R$ 32, foto à esquerda), coberta com almôndegas de linguiça, ovos estrelados e lascas de parmesão. Dentre as massas, brilham as clássicas Lasagna (R$ 32), com molho bolonhesa, queijo e creme; o Penne alla putanesca (R$ 27), com molho de tomate fresco temperado com aliche, azeitona e peperoncino; e o Rigatoni alla sporcellata (R$ 34), com molho de linguiça e cogumelos. Nos pratos de carne, destaque para a Filetto con fonduta di pecorino e tartufo (R$ 54), filé mignon com molho de queijo de ovelha trufado acompanhado de risoto de aspargos; e a Piccata di maiale al limone (R$ 38), medalhões de porco ao molho de limão servidos com batatas rústicas. Diariamente, são servidos dois especiais de almoço que fazem parte de um menu executivo (R$ 26), com direito ao Stuzzichini do chef de entrada. As pastas incluem o Penne all’amatriciana (às quartas), com molho de tomate, bacon e cebolas, e o Linguine alle vongole (R$ 29, às sextas); e os assados trazem opções como o Galletto primo canto (às terças).

 

Para o gran finale, há uma seleção de sobremesas clássicas como a Panna cotta al frutti di bosco (R$ 12) e o Baba al rhum (R$ 12). Oito tipos de café, com opções como o Shakerato (R$ 7), batido com baunilha, laranja e macadâmia, e cinco grappas exclusivas ajudam a encerrar a refeição com um toque de classe.

 

Serviço:

Tutto Italiano Bar & Cucina

Endereço: Rua Melo Alves, 191, Jardins, esquina com a Alameda Tietê

Telefone: (11) 3061-9639

Funcionamento: terça a quinta, de 12h às 15h e de 19h até 0h; sexta, de 12h às 15h e de 19h às 2h; sábados 12h às 2h; e domingo de 12h às 0h.

Capacidade: 80 lugares

Valet: R$ 15


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »