20/08/2015 às 11h58min - Atualizada em 20/08/2015 às 11h58min

Sescoop/SP promove 40 ações durante Virada Sustentável

Parques e CEUs, além do Museu da Casa Brasileira, vão receber diversas atrações como planetário, Museu de Tecnologia, oficinas de saúde e esportes, teatro e música

NQM

Planetário móvel, Museu de Tecnologia, oficinas de saúde e esportes, jogos cooperativos, teatro e música instrumental de qualidade são algumas das atrações do Sescoop/SP (Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo) na 5ª Virada Sustentável de São Paulo, que acontece de 26 a 30 de agosto na capital paulista.

No total, o Sescoop/SP programou 40 ações em três parques (Água Branca, Villa-Lobos e Juventude), em dois CEUs (Centro Educacional Unificado) – Azul da Cor do Mar (zona Leste) e Navegantes (zona Sul) – e no Museu da Casa Brasileira. Serão atividades para todas as idades.

A instituição participa pela segunda vez da Virada Sustentável. No ano passado, o Sescoop/SP realizou 35 ações envolvendo cerca de 30 mil pessoas. O objetivo da participação da instituição no evento é disseminar a cultura da cooperação através de ações voltadas para a sustentabilidade.

“O tema da sustentabilidade é uma preocupação constante das cooperativas. Por isso, nosso intuito é mostrar que o cooperativismo pode ser a ferramenta que a sociedade dispõe para ampliar o entendimento sobre a responsabilidade ambiental e social”, disse a coordenadora de projetos sociais do Sescoop/SP, Renata Bolanho.

Ações

Um dos destaques das ações do Sescoop/SP na Virada Sustentável este ano é o “Planetário Móbile”, no Parque Villa-Lobos, que convidará crianças e adultos a “entrar” em uma cápsula e viajar pelos cosmos. Nela, o “viajante” poderá contemplar o céu noturno, o sistema solar, satélites e constelações.

Em parceria com a cooperativa Coopermiti –central de triagem de resíduos eletroeletrônicos-, o Sescoop/SP apresentará pela primeira vez em um evento de sustentabilidade o Museu de Tecnologia. Entre os dias 28 e 29 de agosto, no CEU Azul da Cor do Mar, zona leste de São Paulo, objetos eletrônicos de diferentes épocas recolhidos pela cooperativa revelam ao visitante a importância de refletir sobre a preservação da terra e as modificações tecnológicas que influenciam o consumo.

As cores e os sons da floresta irão invadir o Parque Villa-Lobos com o espetáculo Bichos do Brasil, da Cia Pia Fraus. Para quem estiver no Parque Água Branca, entre 28 e 30 de agosto, é a chance de assistir à Cia Teatral Sol, com o espetáculo “Mulambolambo”. A peça valoriza a gestualidade, a animação e a manipulação, sem diálogos verbais.

A preocupação com a saúde também está na programação do Sescoop-SP na Virada Sustentável. Oficinas de aferição da pressão e risco cardíaco acontecerão também no Parque da Água Branca. O perigo da dengue será tema das intervenções artísticas no Parque Villa-Lobos.

No Parque da Juventude e no Villa-Lobos, a dica é participar das Oficinas de Monitoria Esportiva, com aulas visando a qualidade de vida e bem-estar físico. Os saudosos das brincadeiras do passado terão a oportunidade de voltar à infância com as oficinas Jogos e Brincadeiras Antigas com Familiares, também no Villa-Lobos.

No mesmo local, os amantes da boa música, no dia 30 de agosto, poderão acompanhar o consagrado contrabaixista Marcos Paiva, que trará o repertório do CD “Samba no Prato”, música instrumental brasileira de primeira qualidade.

Para saber a programação completa, basta acessar o site do Sescoop/SP – http://www.sescoopsp.coop.br

Sobre o Sescoop/SP- Criado em 1999, o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop/SP) trabalha pelo desenvolvimento do Cooperativismo Paulista, oferecendo serviços de capacitação profissional, assessoria, consultoria e atividades culturais e sociais para as cooperativas. Sua missão é promover o desenvolvimento do cooperativismo de forma integrada e sustentável, contribuindo para sua competitividade e melhorando a qualidade de vida dos cooperados, empregados e familiares.

Sobre a Virada Sustentável - A Virada Sustentável é um festival de mobilização e educação para a sustentabilidade que envolve participação direta de organizações da sociedade civil, órgãos públicos, coletivos de cultura, movimentos sociais, equipamentos culturais, empresas, escolas e universidades, com o objetivo de apresentar uma visão positiva e inspiradora sobre o tema. Com feições de agito cultural e indo para sua quinta edição em São Paulo, a Virada Sustentável reúne centenas de atrações, atividades e conteúdos ligados a temas como biodiversidade, resíduos, consumo consciente, cidadania, mobilidade urbana, mudanças climáticas, economia verde, entre outros. Realizadas simultaneamente em parques e espaços públicos, equipamentos culturais, universidades e escolas. Toda a programação é gratuita e aberta ao público.

 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »