30/07/2015 às 15h07min - Atualizada em 30/07/2015 às 15h07min

CPqD anuncia nova solução de zona azul inteligente

Pimenta Comunicação

Uma solução 100% virtual - sem talonário - que permite automatizar a operação e os meios de pagamentos de estacionamentos públicos rotativos, conhecidos como Zona Azul. Essa é a novidade do CPqD para os gestores que atuam nessa área, especialmente nas grandes cidades, onde são comuns desafios como fiscalização insuficiente, poucos pontos de venda dos talões, processos manuais suscetíveis a erros e fraudes, além de dificuldade na gestão do processo que envolve garantia de receita para a administração pública, a concessionária e outros parceiros.
 
Apresentada em evento recente do setor de transportes e trânsito, a solução de zona azul inteligente do CPqD torna eficaz o sistema de administração e controle dos estacionamentos rotativos dos municípios, com total transparência para as prefeituras, Ministério Público e Tribunal de Contas. Permite integrar os vários envolvidos nesse ecossistema - usuários, prefeitura, concessionária, fiscais e lojistas -, de modo a automatizar a operação e dar mais flexibilidade, eficiência e segurança ao serviço.
 
“O usuário pode escolher o canal pelo qual deseja comprar os créditos de estacionamento e utilizar o serviço de Zona Azul: aplicativo móvel, portal web, ponto de venda, call center, entre outros”, explica Loraine Mondini, gerente de Negócios e Soluções do CPqD. Com os créditos adquiridos, ele pode estacionar em qualquer vaga de qualquer cidade que tenha o serviço de Zona Azul com a solução do CPqD. O uso desses créditos também pode ser feito por meio dos mesmos canais de interação, a critério do usuário e conforme sua necessidade.
 
Os fiscais, por sua vez, têm acesso online às informações do sistema, utilizando um dispositivo móvel com recursos de comandos de voz. Se o veículo estacionado estiver em situação irregular, a solução permite registrar e emitir na hora a notificação pelo próprio dispositivo móvel.
 
Loraine destaca que a solução é baseada em um poderoso sistema de tarifação - o CPqD Billing -, que flexibiliza a venda de créditos, automatiza e facilita a divisão da receita obtida com o serviço entre as várias partes envolvidas. “Além disso, fornece diversos tipos de relatórios, financeiros e operacionais, com informações extraídas a partir dessa gestão integrada”, acrescenta.
 
A solução de zona azul inteligente do CPqD está sendo comercializada em parceria com a empresa Apache Brasil, que também atua como concessionária do serviço junto a prefeituras.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »