29/07/2015 às 12h34min - Atualizada em 29/07/2015 às 12h34min

Com abordagem mais completa, Coaching Integrativo chega ao mercado

Como o próprio nome já diz, metodologia oferece uma integração entre o concreto e o abstrato, visando desenvolver o ser humano como um todo.

Agência Pauta VIP
Rebeca Toyama, diretora da GFAI Coaching e fundadora da Academia de Coaching Integrativo

Quem já não ouviu falar de coaching? Essa ferramenta, que ganhou projeção nas organizações após ajudar os colaboradores a alavancar seu potencial e alcançar posições de liderança, agora já é utilizada em todos os setores da sociedade. Além do executivo, existe também o coaching de carreira, de saúde e o de vida. Em todos eles, a proposta é trabalhar com foco no que a pessoa procura, seja desenvolver seus talentos, encontrar uma nova carreira ou resolver um problema pessoal ou de saúde.

Diferentemente desses processos, chega agora ao mercado o Coaching Integrativo, que como o próprio nome já diz, oferece uma abordagem mais completa que os demais porque busca uma integração entre o concreto e o abstrato, isto é, entre a razão, a emoção, a sensação e a intuição.
    
“Um processo de Coaching Integrativo busca justamente agregar e considerar todas as necessidades de uma pessoa, o que envolve questões fisiológicas, de segurança, de relacionamento, de estima, de realização e de meta realização”, explica Rebeca Toyama, fundadora da Academia de Coaching Integrativo e diretora da GFAI Coaching.

Segundo ela, como todo processo de Coaching, o Integrativo também foca num objetivo. Porém, ele busca harmonizá-lo com as demais áreas da vida, de forma a evitar que os objetivos alcançados não interfiram negativamente em outros campos. “A nossa metodologia busca entender profundamente o aspecto que motiva o profissional, abordando as questões emocionais no caminho. Partimos da premissa de que não dá para separar o lado profissional e o pessoal, já que o ser humano é único, como um todo”, afirma.

O coaching é indicado para gestores, líderes de equipe, empreendedores e demais pessoas que almejam estar num lugar diferente de onde estão atualmente, porque apoia o processo de tomada de decisão e fortalece a autoconfiança através do autoconhecimento. Essa metodologia é direcionada para pessoas acima dos 14 anos porque antes disso o ser humano ainda está em plena formação, e não na fase de transformação.

“Segundo a antroposofia, o indivíduo muda de ciclo a cada sete anos. Um jovem de 21 a 28 anos, por exemplo, está lidando com as dúvidas e as dificuldades de encontrar uma identidade e um objetivo. Já na fase seguinte, entre 28 e 35 anos, o foco passa a ser o desenvolvimento de uma carreira. No próximo, de 35 a 42 anos, os profissionais já se preocupam com deixar um legado. Enfim, a cada fase temos um tipo de desafio e o coach pode auxiliar a superará-los”, explica Rebeca.

De maneira geral, são necessárias entre 10 e 12 sessões para se chegar ao objetivo desejado, além da dedicação do cliente em realizar tarefas que levem o aprendizado para seu dia-a-dia. O processo pode ocorrer ainda de forma individual ou em grupo, sendo essa última opção uma forma de democratizar o acesso, porque fica mais em conta. 

Além do processo de desenvolvimento pessoal, o Coaching Integrativo visa também formar profissionais que queiram atuar como coach, ou mesmo aplicar a ferramenta no desenvolvimento de pessoas, seja como líder ou responsável pelos recursos humanos no ambiente em que atua. Aqueles que se enquadram nesse perfil devem procurar a Academia de Coaching Integrativo, especializada em difundir essa abordagem.

“Nós oferecemos o curso de formação para todos, até para quem já atua na área, porque contamos com outras ferramentas e recursos que ampliam o repertório de formações anteriores. Muitos profissionais nos procuram para potencializar o aprendizado adquirido em outros lugares”, finaliza Rebeca. 

Sobre a GFAI Coaching

A GFAI Coaching tem como objetivo desenvolver capital humano e intelectual das pessoas e de suas empresas. Apoia o processo de tomada de decisão, fortalecendo a autoconfiança por meio do autoconhecimento. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »