25/08/2012 às 00h20min - Atualizada em 25/08/2012 às 00h20min

Haddad assina termo de compromisso para rever ‘Nova Luz’

Candidato do PT prometeu suspender projeto, e acompanhou manifestação de movimentos de moradia e comerciantes na região da rua Santa Ifigênia

Analítica Comunicação

O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, assinou na tarde desta sexta-feira (24) um termo de compromisso de entidades de moradia e do comércio da região central em que assegura que irá suspender o projeto batizado pela gestão Serra/Kassab como Nova Luz e rever a proposta de alterações urbanas no Centro. “Ninguém vai ser expulso da região da Santa Ifigênia e do entorno. Isso aqui é um patrimônio de São Paulo”, afirmou o petista.

Haddad discursou para integrantes de movimentos que protestam contra o projeto “Nova Luz”, iniciativa do município que prevê a retirada de moradores e comerciantes para um novo desenho urbano na região da Luz. A manifestação aconteceu na rua Santa Ifigênia e reuniu movimentos de moradia e comerciantes. “O projeto atual desrespeita os direitos de pessoas que vivem e trabalham aqui”, afirmou o candidato do PT.

O ex-ministro da Educação destacou que o Plano de Governo construído pela sua candidatura prevê uma série de intervenções urbanas na cidade, incluindo a região da Luz. “Vamos requalificar a região, sem retirar os comerciantes daqui”, afirmou o candidato. “São mais de dez mil comerciantes, alguns estão aqui há três gerações. Não vamos admitir que uma empresa que ganha uma licitação expulse as pessoas daqui.”

No início da tarde, Fernando Haddad participou de uma caminhada em Guaianases. Acompanhado do deputado federal Jilmar Tatto, do deputado estadual Simão Pedro, do vereador Senival Moura e candidatos, caminhou com militantes do PT e partidos da coligação Para Renovar e Mudar São Paulo e conversou com eleitores. A partir de 20h30, Fernando Haddad participa de jantar organizado pela Federação das Associações Muçulmanas do Brasil, acompanhado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »