24/08/2012 às 14h22min - Atualizada em 24/08/2012 às 14h22min

A Famílya Monstro estreia em setembro

“A Famílya Monstro” fecha a trilogia de espetáculos de não violência do grupo ‘A Peste Cia Urbana’

Conteúdo Teatral

Estreia dia 1º de setembro no Teatro Amil o espetáculo infantil A Famílya Monstro, do grupo “A PESTE CIA URBANA DE TEATRO”. Com direção geral e autoria de Pamela Duncan, a montagem traz uma homenagem aos ‘monstros’ de todos os tempos, que foram pessoas ingênuas, com ‘medo’ de se adaptar ao mundo real. Nesta hilariante história resgatamos personagens como Frankenstein e outros ‘monstros’, de uma forma cômica, com uma pitada de comédia musical”, conta Pamela Duncan.

A peça conta a história de uma menina que se perde num bosque da Inglaterra, com seu irmãozinho bebê. Quando anoitece, começa a chover e ela encontra refúgio no castelo da Familya Monstro, onde um grupo de ‘monstros’ bem engraçados ensaia um divertido show cheio de erros. Mas a Família tem medo dos humanos e por isso nunca se apresenta fora do castelo.

Essa família tão diferente é composta pelo cientista Chico, seu ajudante Igor, o pai Franky e a tecladista e regente Frau Frida, esses são os moradores do castelo, que passam alguns dias sozinhos, porque a mãe levou as crianças para visitar a avó. Os moradores do castelo ficam encantados pela garotinha e aos poucos deixam o medo de lado e integram-na ao coro.

Tudo isto é interrompido pela chegada do ladrão Carlitos Metralha, que pretende roubar um quadro, mas não sabe se a obra de arte tem valor. Todos no castelo se unem e colocam o ladrão para correr.

O dia amanhece e o pai da menina a localiza. A rotina do castelo volta ao normal, com a sensação de que a menina mudou a ideia equivocada que eles tinham dos “Humanos”, e assim decidem sair e cantar numa praça pública com um cartaz: “Familya Monstro”.

SOBRE O GRUPO ‘‘A PESTE CIA URBANA DE TEATRO”

Idealizado por Pamela Duncan, o grupo nasceu entre os anos de 2003/2004, com a proposta de pesquisar a linguagem do teatro físico visual. O primeiro espetáculo da companhia foi “A Menina que Descobriu a Noite”, com produção da prefeitura de Santos. O grupo participou da “Bienal Internacional de Artes de Santos” e a “I Mostra de Teatro Infantil do SESI”, viajou por 12 cidades do Estado de São Paulo. Fez temporada no Teatro Brasileiro de Comédia (TBC), no Teatro da Funarte de SP, e também em todas as unidades do SESC na capital paulista.

Participou também de projetos na capital paulista, como o Recreio nas Férias, apresentado em 15 Centros Educacionais Unificados (CEUS), no qual o grupo optou pelo uso da linguagem multimídia e contemporânea para crianças. Depois do espetáculo “Sonhei com Charles Chaplin”, que resgata o gênio de Charles Chaplin, e ”Eternos Vagabundos”, baseado na obra de Samuel Beckett, que traz a pureza das relações da dupla “O gordo e o magro”, o grupo fecha uma trilogia de espetáculos de não violência, resgatando para o universo infantil os grandes comediantes que tiveram a oportunidade de mostrar, por meio de sua arte, que o mundo pode ser um pouco mais humano e habitável.

SOBRE PAMELA DUNCAN

Diretora de teatro, cenógrafa, figurinista, professora de teatro e educadora.

Formou-se em Artes Cênicas, em Buenos Aires, completando seus estudos no Exterior e no Brasil. Atualmente dirige a companhia A Peste, Cia Urbana de Teatro. Com destaque nos espetáculos: “A Menina que descobriu a noite”, “Sonhei com Charles Chaplin”, ”Eternos Vagabundos”, “As Incríveis historias de Mariazinha e seu amigo Sol”, “O Processo” de kafka”, “Nossa Historia é Assim”, “A Fantástica Trupe em: A Princesa Engasgada” e “A Familya Monstro”.


FICHA TÉCNICA

FICHA TÉCNICA

 

Autora e direção geral: Pámela Duncan

Assessoria de Dramaturgia: Rogerio Favoretto

Atores: Luis Fernando Albertoni, Maurycio Madruga, Rod Jubelini, Mateus Romero, Gizelle Faria e Fernanda Cunha

Sonoplastia/Trilha Sonora: Aline Meyer

Cenário: Giuliano Scanduzzi, Juvenal Irene e Pamela Duncan

Adereços: Ivaldo de Mello

Figurinos: Pamela Duncan

Design de luz: Juarez Adriano

Iluminação: Juarez Adriano

Coreografia: Luciana Mayumi

Música Original: Claudio Goldman

Preparação vocal: Rod Jubelini

Técnico de Sonoplastia: Rick Soares

Assessoria de maquiagem: Fernando Araujo

Fotografia: Jefferson Pancieri

Logo da peça e book: Fred Fernandez

Desing gráfico programas: Aida Cass

Assistente de produção: Luiz Fernando Albertoni

Assistente de direção: Luis Fernando Albertoni

Produção: A Peste, Cia Urbana de Teatro-

Patrocínio: Empresa  Bauducco

Apoio: Oficinas Culturais Oswald de Andrade e Arcelor Mittal

SERVIÇO

Local: Teatro Amil

Estreia: 01 de setembro

Temporada: até 30 de setembro

Horários: sábado e domingo, 16h (*ESPETÁCILO EXTRA NO DIA 07 DE SETEMBRO, sexta-feira)

Ingressos: sábado e domingo R$ 15 (setor 2) e R$ 25 (setor 1)

Duração: 50 minutos

Classificação indicativa: 4 anos

**Valores referentes a ingressos inteiros. Meia entrada disponível em todas as sessões e setores de acordo com a legislação.

TEATRO AMIL

Entrada das Flores

Av. Guilherme Campos, 500 - Santa Genebra - Campinas (SP)

Bilheteria / Televendas: (19) 3756 9890 begin_of_the_skype_highlighting ÂÂ ÂÂ ÂÂ (19) 3756 9890ÂÂ end_of_the_skype_highlighting / 3756 9891

www.conteudoteatral.com.br/teatroamil

Vendas por telefone e pela internet / Capacidade: 334 lugares / Não aceita cheque / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex/ Estudantes e idosos têm os descontos legais / Horário de funcionamento da bilheteria: De terça a quinta, das 12h às 21h; sexta e sábado, das 12h às 24h; e domingo, das 12h às 20h / Acesso para deficientes físicos / Ar condicionado / Estacionamento do Shopping: R$ 4,00 por 12h / Venda de espetáculos para grupos e escolas: (11) 3104-4885 begin_of_the_skype_highlighting ÂÂ ÂÂ ÂÂ (11) 3104-4885ÂÂ end_of_the_skype_highlighting / PROMOÇÃO: Nova Brasil FM e Correio Popular / APOIO: 68 Pizzaria, Daitan, Joe e Leo´s, Romana, Oficina do Estudante, Mercure e Cielo / Co-patrocínio: Mastercard / PATROCÍNIO: Amil Campinas.

SOBRE A CONTEÚDO TEATRAL

O grupo empresarial paulista Conteúdo Teatral atua há mais de dez anos em duas vertentes: gestão de salas de espaços e produção de espetáculos. Como gestora é responsável pela operação do Teatro Folha, situado no Shopping Pátio Higienópolis em São Paulo e pelo Teatro Amil, no Parque D. Pedro Shopping em Campinas. Essa frente conta com direção artística de Isser Korik e direção comercial de Léo Steinbruch, programando, em regime de co-produção, espetáculos que unam qualidade artística e acabamento profissional em regimes de temporada. Ao todo, as casas somam perto de 2 milhões de espectadores, no período de atuação da empresa.

Como produtora de espetáculos, sob direção artística de Isser Korik, produziu dezenas de peças voltadas ao público infantil e adulto, como Gata Borralheira, O Grande Inimigo, Os Saltimbancos, A Pequena Sereia, Grandes Pequeninos e Branca de Neve e os Sete Anões para as crianças. Aos adultos foram produzidas, entre outras montagens, Os Sete Gatinhos, O Estrangeiro, Senhoras e Senhores, O Dia que Raptaram o Papa, O Mala, Te Amo, São Paulo e a trilogia Enquanto Isso..., além de projetos de humor -  como Nunca Se Sábado...-, mostras e o musical Um Violinista no Telhado.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »