23/07/2015 às 00h13min - Atualizada em 23/07/2015 às 00h13min

Redução da Velocidade nas Marginais pode comprometer mobilidade e segurança dos motoristas

Porta-Voz Comunicação Estratégica

Diante das ações do MP e OAB sobre a redução de velocidade das Marginais, o advogado e professor livre-docente da PUC- São Paulo, Ricardo Sayeg, critica a atual política de mobilidade do município de São Paulo: “A cidade está travada em sua mobilidade e isso é inconstitucional. A Constituição deixa bem claro que o transporte é indispensável ao desenvolvimento das funções sociais dos municípios e ao bem-estar dos cidadãos. O Poder Público deve atuar no interesse da população para atender suas necessidades e isso não acontece quando coloca entraves ao deslocamento das pessoas”.

Para Ricardo Sayeg, a redução da velocidade nas marginais (70 km nas expressas e 50 km nas locais) vêm impondo um ônus a mais aos motoristas, obrigados a trafegar abaixo do limite mínimo de velocidade em vias de trânsito rápido, podendo até serem alvos de assaltos e roubos, que são cada vez mais frequentes nas marginais.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »