21/07/2015 às 23h47min - Atualizada em 21/07/2015 às 23h47min

Parque Municipal Chácara do Jockey deverá ser aberto à população no primeiro semestre de 2016

Primeira fase de intervenções tem foco nas áreas verdes do equipamento. Futuramente, serão também entregues áreas de esporte e cultura

SECOM - Prefeitura da Cidade de São Paulo
Cesar Ogata/Secom

O Parque Municipal Chácara do Jockey, na Vila Sônia, zona oeste da capital, deverá ser aberto ao público no primeiro semestre de 2016. Na manhã desta terça-feira (21), a prefeita em exercício, Nádia Campeão, visitou o local para uma vistoria técnica de todas as áreas que integram o terreno, que tem 143,5 mil metros quadrados de área verde e dezenas de edificações. 

"Essa visita foi para definirmos melhor o uso dessa área com o Esporte, com o Verde e com a Cultura. Já temos bastante coisa em andamento. Vamos ter que trabalhar com objetivos de curto, médio e longo prazos. Estamos trabalhando bastante nas áreas verdes do parque, no seu gradeamento e em seus acessos. Nosso objetivo é entregar já no primeiro semestre, entre março e abril do ano que vem, a primeira fase [dessa implementação], que dá acesso a toda parte verde do parque. Em seguida, em uma segunda fase, a parte esportiva", destacou Nádia.

A gestão do espaço será realizada pelas secretarias municipais do Verde e Meio Ambiente (SMVA), da Cultura (SMC) e dos Esportes, Lazer e Recreação (SEME). A implementação e o gerenciamento do projeto arquitetônico e de reformas estruturais no parque estão sob a responsabilidade do Departamento de Parques e Áreas Verdes da SVMA. O departamento já realizou um estudo de viabilidade, com previsão de divisão de núcleos para atividades culturais, esportivas e de preservação, com possibilidades de acesso e circulação.

De acordo com a prefeita em exercício, a terceira e última fase dará conta dos equipamentos que serão geridos pela Secretaria Municipal de Cultura. Trata-se da reforma de área antes destinada às baias de cavalos, que possui o total de 7.700 metros quadrados.

"A nossa proposta é implementar um conjunto de equipamentos culturais, tanto para uso [geral] da população, como também para atividades específicas. Vamos ter espaços voltados para as mais diversas manifestações culturais, com oficinas de teatro, dança e, inclusive, uma escola de gastronomia", afirmou o secretário municipal de Cultura, Nabil Bonduki.

O secretário citou ainda a implementação de um centro de produção de conteúdos digitais criativos chamado Leia - Laboratório de Experimentação e Inovação no local. Trata-se de uma parceria da pasta com o Ministério das Comunicações, em conjunto com a SPCine, que prevê o repasse de R$ 7 milhões do governo federal para a estruturação, gestão e sustentabilidade de um centro com oficinas, estúdios e laboratórios.

Além de técnicos, também acompanharam a visita ao parque os secretários-adjuntos Luiz Sales (Esportes, Lazer e Recreação) e Romildo de Pinho Campello (Verde e Meio Ambeinte). 


Educação
Em uma área contígua ao Parque Municipal Chácara do Jockey, está em construção um Centro de Educação Infantil (CEI) e uma Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI). Juntas, as unidades educacionais deverão atender cerca de 800 alunos. "Sem dúvida, uma iniciativa muito importante para a comunidade local", destacou Nádia. 

As unidades estão previstas pelo Plano de Metas 2013 - 2016. Trata-se da meta 17, que prevê a obtenção de terrenos, projeto, licitação, licenciamento, garantia de fonte de financiamento e a construção de 243 CEIs; e da meta 18, que prevê a construção de 65 EMEIs e de um Centro Municipal de Educação Infantil (CEMEI). De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, as unidades têm previsão de entrega em dezembro deste ano. 


Histórico
Os moradores da região lutam pela criação do parque na Chácara do Jockey há mais de 30 anos. Em outubro de 2014, a Prefeitura recebeu a posse da área. Na ação de desapropriação do imóvel, a administração municipal ofereceu R$ 63,9 milhões pela área. O valor da indenização será compensado pela dívida de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) que o Jockey tem com a administração municipal. Com isso, a Prefeitura não desembolsará o valor da indenização para desapropriação da Chácara. Essa negociação foi formalizada pela administração municipal e o Jockey em um acordo, o que permitiu a imissão na posse da área em favor da Prefeitura. Em dezembro de 2014, um decreto publicado no Diário Oficial da Cidade de São Paulo criou o Parque Municipal Chácara do Jockey.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »