22/08/2012 às 01h53min - Atualizada em 22/08/2012 às 01h53min

Haddad diz "São Paulo precisa agir rapidamente para reverter nota ruim na Educação”

Candidato do PT afirmou que vai implantar Centros de Formação de Professores em cada uma das Subprefeituras e também adotar o ensino integral

Analítica Comunicação

O candidato do PT a prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, criticou ontem a Prefeitura paulistana pelo não cumprimento da meta do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), divulgada anteontem pelo Ministério da Educação, pelas escolas municipais da cidade. A meta a ser atingida era de 4,9 para o 5º ano e 4,6 para o 9º ano e as escolas alcançaram, respectivamente 4,8 e 4,3. Haddad disse que, se eleito, vai atuar com rapidez para colocar o ensino municipal em outro patamar, acima das metas estabelecidas.

“Na cidade de São Paulo tivemos um percalço. Temos de agir rapidamente para reverter este quadro. Precisamos de novos programas para a educação e o avanço da educação no País se deu, principalmente, por conta dos programas federais. São Paulo deve ir além da meta”, disse Haddad durante encontro com profissionais da Educação na sede da Aprofem – Sindicato dos Professores e Funcionários Municipais de São Paulo, na República (Região Central), na manhã desta quarta-feira.

Haddad propôs ações que melhorem tanto a formação tanto de professores como a de alunos. “Na Prefeitura, vamos instalar polos da Universidade Aberta do Brasil (programa do Ministério da Educação), que vai oferecer especialização, mestrado e doutorado aos professores. Estes centros de formação vão estar nas 31 subprefeituras. Também vamos colocar as escolas com piores índices no Ideb em regime de tempo integral. A criança vai passar o dia todo na escola”, comentou o candidato do PT.

O Ideb é um indicador criado pelo MEC em 2005 para medir a qualidade do ensino no País. Ele é calculado com base na taxa de aprovação e do desempenho dos alunos na Prova Brasil - que inclui português e matemática - , aplicada pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), a cada dois anos.

A partir dessas informações, são atribuídas notas para cada escola pública do País e redes de ensino de municípios e Estados, além de uma média nacional, que em 2011 foi de 5 pontos para os anos iniciais do ensino fundamental. A meta é que a nota do Brasil seja 7 até 2021.

 

Caminhada na Penha

No começo da tarde, Haddad fez caminhada no centro da Penha. Ele percorreu ruas do comércio local, onde conversou com trabalhadores, moradores e comerciantes.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »