06/07/2022 às 09h28min - Atualizada em 06/07/2022 às 12h34min

Transtornos e cuidados à saúde mental são foco da Jornada CELG 2022

Evento, que acontecerá em agosto, trará o tema "Resiliência: Desencontros e Reencontros"

SALA DA NOTÍCIA Assessoria de imprensa

Questões relacionadas aos últimos avanços sobre avaliação, prevenção e tratamento dos transtornos mentais, além dos cuidados à saúde da mente e a atuação no amparo a diversos problemas, como a violência doméstica, serão tratados na Jornada CELG 2022, que acontecerá de 4 e 6 de agosto, no Wish Serrano, em Gramado (RS). A 31ª edição ocorrerá em formato presencial, depois de dois anos de interrupção pela pandemia.

Após a fase crítica do período pandêmico, que trouxe muitos impactos, entre os quais, à saúde mental, o evento terá como tema central “Resiliência: Desencontros e Reencontros”.  “A Comissão Científica está trabalhando intensamente para que tenhamos uma Jornada do mais alto nível, que abordará variados temas para ampliar a perspectiva para a busca do bem-estar. Inúmeros pesquisadores e palestrantes de renome nacional, além de participações internacionais, como de especialistas dos EUA, França, Chile e Colômbia, irão explorar e debater sobre a complexidade do comportamento humano, com ênfase em psicofarmacologia, psicoterapias, neurociência e uso de novas tecnologias”, conta a presidente do CELG, professora Neusa Rocha.

Entre os assuntos discutidos, estarão “Reflexões do impacto da pandemia em cada um e em todos nós”; “Depressão, Ansiedade e Automutilação relacionados à pandemia”; “O idoso no consultório: abordagem”; “Espiritualidade na prática clínica”, além da apresentação de estudos de qualidade de vida e depressão no Brasil.

Temas sensíveis voltados aos cuidados com o público infanto-juvenil também serão abordados, como “Violência sexual contra crianças e adolescentes: uma visão integrada”, “Relação entre pobreza e saúde mental na infância e adolescência” e “Adolescentes e novas drogas das baladas”.

Problema epidêmico no Brasil, o tratamento à violência doméstica será a pauta do encerramento da Jornada CELG.

A grade científica inclui, ainda, cursos, mesas redondas, sessão de pôsteres, intervalos culturais e eventos paralelos em parceria com grandes instituições.

Informações sobre as inscrições para participação na Jornada CELG e a programação completa estão disponíveis no site celg2022.com.br/inscrição.

 

Sobre o Centro de Estudos Luis Guedes (CELG)

 

O Centro de Estudos Luís Guedes (CELG), associação científica sem fins lucrativos, congrega aproximadamente 300 psiquiatras e psicólogos, que podem ser fontes de reportagens sobre variados temas ligados à saúde mental, contemplando temas sobre prevenção e tratamento de síndromes e transtornos mentais.

Entre os especialistas, estão professores do Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal da FAMED/UFRGS (Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul), além de docentes convidados. Fundado em dezembro de 1959, o CELG é filiado à Associação Brasileira de Psiquiatria, sendo o órgão representativo de seus associados.

O Centro de Estudos Luís Guedes visa proporcionar educação continuada e aprimoramento científico a seus especialistas e à comunidade ligada à área da saúde mental.

O CELG também promove e estimula a pesquisa no campo da psiquiatria e áreas afins, além de colaborar com o Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal da UFRGS e com o Serviço de Psiquiatria do HCPA (Hospital das Clínicas de Porto Alegre) em suas atividades de ensino, assistência e pesquisa.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »