22/08/2012 às 00h31min - Atualizada em 22/08/2012 às 00h31min

Por que escolher um produto manipulado?

Considerado referência mundial, o Brasil já é o maior mercado de farmácias de manipulação, com quase dez mil estabelecimento do gênero

Holding Comunicações

Finalmente chega o dia de consultar o dermatologista para tentar eliminar de uma vez por todas com aquelas manchas que persistem em permanecer na face e aproveitar para pedir a indicação de um potente rejuvenescedor. Até aí, parece tudo fácil e normal. Entretanto, no momento de comprar o potinho, surge a grande dúvida: vale mais optar pela fórmula manipulada ou pela versão industrializada do cosmético?
Anelise H. Leite Taleb, Farmacêutica e Consultora Técnica da TAVE, referência em manipulação de cosméticos e medicamentos, informa que, antes de mais nada, é preciso entender o processo de produção de cada segmento. Os cosméticos industrializados são desenvolvidos em larga escala, ou seja, devem atender necessidades de determinados tipos de pele, mas visando abranger uma grande fatia de consumidores. Já os manipulados, como são feitos em pequena escala, podem ser mais criteriosos e utilizar ativos e concentrações direcionados para cada paciente. Por isso, muitos médicos indicam a fórmula individual, personalizada, onde se pode potencializar uma substância e excluir outra, de acordo com a necessidade do tratamento.
"Um dos segredos do sucesso das manipulações é a qualidade da matéria-prima e o rigor ao manipular as substâncias, de maneira que suas propriedades sejam preservadas. O médico consegue adequar uma fórmula, por exemplo, para uma pele de alguém que é tabagista e, por isso, precisa de mais nutrientes, do que uma pele acneica, na qual requer mais tensores e menos hidratação. Dessa forma, os manipulados conseguem atender com maior precisão às necessidades dos pacientes, o que tem atraído cada vez mais consumidores e mais estabelecimentos", exemplifica a farmacêutica.
A dona de casa Maria de Fátima Santiago, por exemplo, é fiel aos manipulados e atesta os bons resultados. "Há cerca de dez anos, peço ao meu médico para prescrever meus cremes com os mais modernos e poderosos ativos antienvelhecimentos associados aos clareadores de mancha e filtro solar. Faz muito tempo que não compro um produto industrializado. Portanto, consigo ter um cosmético potente, mais barato e personalizado", relata.
Normalmente, os manipulados têm uma vida útil curta. Duram cerca de seis meses, enquanto os industrializados chegam a um, dois anos ou mais. A indústria cosmética consegue trabalhar com conservantes mais poderosos o que também acaba encarecendo o produto. Em contrapartida, os manipulados são normalmente produzidos com conservantes naturais. "Porém, em ambos os casos, vale o alerta para verificar o uso de parabenos e derivados de petróleo na formulação, cujos estudos aos danos causados à pele atestam o surgimento de alergias por exemplo," recomenda Anelise.
O sucesso dos produtos manipulados também depende da capacitação de um profissional que domine a tarefa da alquimia, quer dizer, combinar todos os ingredientes da fórmula sem que um possa alterar ou anular o efeito de outro. "O dermatologista deve saber associar ativos e prever a sua compatibilidade. Mas ainda, é importante escolher uma farmácia confiável e idônea com o alvará de funcionamento em local visível, dentre outros requisitos", lembra a farmacêutica.


Custo X benefício
Via de regra, os cosméticos industrializados têm maior preço em relação aos manipulados. Aí, várias razões entram na conta. O uso de conservantes mais potentes; o perfume; o investimento da indústria que foi dedicado para desenvolver o produto, custos de propaganda e marketing, o valor da marca e até o design da embalagem. Como a indústria tem que contemplar um número maior de pessoas, suas matérias-primas têm que possuir uma ação mais genérica, isto é, devem ser mais suaves, justamente para prevenir alergias.
"Por isso, para determinadas necessidades, de fato, os cosméticos industrializados não são a melhor opção, como por exemplo, clarear, promover a renovação celular, rejuvenescer e dar tônus à pele, já que esses efeitos são alcançados, quase que somente, à base de ácidos. Portanto, se a ideia for obter esses benefícios, a melhor opção é fazer uma fórmula manipulada em farmácia, que permite uma boa concentração desses ativos" finaliza Anelise.
.
Vantagens dos manipulados
*Em uma mesma fórmula, pode-se tratar dois ou mais problemas como, por exemplo, envelhecimento e manchas;
*São mais específicos, o que facilita um tratamento personalizado, bem pontual;
*Permitem a concentração de ativos que o dermatologista achar necessário, podendo ser alterada de acordo com o resultado observado nas consultas ou com condições especiais como gravidez, intolerância à perfume ou alergia;
*Têm um preço melhor, se comparados com marcas de renome ou as internacionais muito famosas.

Fonte: Dra Anelise H. Leite Taleb
Farmacêutica, formada pela Universidade Federal de Santa Catarina; Mestrado em Microbiologia pela Universidade Federal de Santa Catarina; Pós Graduação em Cosmetologia pela Racine; MBA em desenvolvimento de Cosméticos pela IPUPO, com validação na França; Membro da Sociedade Francesa de Cosmetologia; Membro da Sociedade Americana de Farmacêuticos Cientistas com sede em Nova York; Atualmente é Diretora Técnica da TAVE, Farmácia de Manipulação que há 25 anos é referência no mercado nas formulações cosméticas diferenciadas.
www.tave.com.br


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »