19/06/2015 às 12h10min - Atualizada em 19/06/2015 às 12h10min

Maior fábrica de peneiras do Brasil aumenta 60% de sua produtividade com ERP Sankhya

Telas São Jorge reduz custos de produção e entrega de produtos com Sistema de Gestão Sankhya

Com Assessoria

Há cerca de um ano a Fábrica de Telas São Jorge vem contando com processos de negócio mais ágeis e, com isso, apostando no crescimento e na manutenção do posto de maior fábrica de peneiras do Brasil e de maior fábrica de telas do Rio de Janeiro. Grande parte da evolução deve-se à implantação do sistema de gestão da Sankhya, desenvolvedora e provedora de soluções de gestão empresarial.

Fundada em 1972, a companhia tem forte atuação no setor de comércio atacadista e varejista de materiais de construção. De acordo com Leandro Clavery, diretor geral do Grupo São Jorge, em meados de 2013 a companhia sentiu a necessidade de adotar um sistema de gestão que pudesse ser utilizado por todos os gestores da empresa e, ainda, que contasse com um módulo específico para distribuição.

“Nossa preocupação é que não fosse apenas um fornecedor de software, mas uma empresa que tivesse foco na gestão e nos suportasse com uma equipe de implantação especializada, serviço pós-implantação e o uso de tecnologias atuais”, diz o executivo, explicando o que levou a companhia a escolher a Sankhya.

Com a definição, Clavery diz que foram implementados os módulos financeiro, comercial, produção, inventário, pessoal, gerenciamento de armazéns, coletores de dados, fast service e dashboards. “Estamos em processo de implantação dos módulos de Livros Fiscais e Contabilidade”, lembra.

Em operação há cerca de um ano, o sistema atende hoje todas as áreas da empresa, da administração à logística, passando por TI, Vendas, Produção, Fiscal/Contábil e RH. “Aproveitamos não apenas para implementar o ERP, mas também para fazer uma revisão de todos os nossos processos em todas as áreas”, ressalta. Com isso, o Grupo São Jorge envolveu todos os colaboradores, melhorando sensivelmente seus processos internos, uma vez que cada gestor foi o responsável por remodelar seus processos, verificar as melhorias necessárias e passar estes procedimentos para o ERP.

“Hoje temos 75 usuários simultâneos, número que deve crescer quando concluirmos a implantação do módulo de contabilidade”, afirma Clavery, lembrando que, com o que a companhia tem hoje em operação, já foi possível verificar ganhos em todas as áreas. “De forma geral, todas as rotinas são hoje mais ágeis, mais práticas e voltadas para os usuários com foco no resultado”, diz.

O executivo conta que hoje a empresa consegue desenvolver toda a sua demanda de trabalho dentro do horário programado, reduzindo custos de entrega, de produção e de administração. Ele cita como exemplo o WMS (Warehouse Management System). “Já trabalhávamos com o coletor para separação e conferência de mercadorias, mas com a implantação do WMS da Sankhya, ganhamos agilidade na separação e assertividade na conferência e embalagem dos produtos para os nossos clientes”, afirma.

Além disso, o recebimento de mercadorias e seu armazenamento passou a ser feito de forma mais eficaz, possibilitando que as mercadorias estejam disponíveis para venda com mais rapidez. Segundo o executivo, somente com o WMS Sankhya o ganho de produtividade foi de cerca de 60%, além da reorganização do depósito da companhia. “De modo geral, depois da implantação, passamos a contar com uma empresa mais coesa, organizada e ágil, o que tem facilitado o alcance de nossas metas”, diz, lembrando que hoje é possível fazer a gestão de todos os processos da empresa com mais precisão por meio dos dashboards (indicadores gráficos de resultados). “Estas informações me proporcionam segurança e agilidade para a tomada de decisões com foco no atingimento de metas”, conclui.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »