16/06/2015 às 23h40min - Atualizada em 16/06/2015 às 23h40min

Eventos causarão fechamento temporário do Minhocão e da Paulista

Trânsito de veículos será interrompido no Minhocão na Virada Cultural, que começa neste sábado (21), e na Paulista durante a inauguração da ciclovia, que deve ocorrer no dia 28. Município medirá impacto do fechamento nas vias do entorno

SECOM - Prefeitura da Cidade de São Paulo

A Prefeitura de São Paulo aproveitará a realização da Virada Cultural 2015 e a inauguração da ciclovia da Paulista para medir o impacto do fechamento temporário do trânsito da avenida em um domingo e também, do elevado Costa e Silva, o Minhocão, a partir das 15 horas dos sábados.
“Como tem movimentos que reivindicam uma melhor utilização do Minhocão e da Paulista, isso está procedendo um estudo. O que acontece é que, no momento em que tem a oportunidade de, por ocasião de um evento, como é o caso da Virada Cultural neste final de semana, e a provável inauguração da ciclovia na semana seguinte, você utiliza para a CET acompanhar esse tipo de proposta”, afirmou o prefeito Fernando Haddad nesta terça-feira (16).
Por conta das apresentações artísticas da Virada, o Minhocão será fechado às 15 horas deste sábado (21) e reaberto ao tráfego somente na manhã da segunda-feira (22). Atualmente, o trânsito de veículos na via já é interrompido diariamente a partir das 21h30 e durante todo o domingo, reabrindo às segundas. De acordo com o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, que apresentou nesta terça a “Pesquisa Origem e Destino de Cargas”, técnicos da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), no solo e em voos de helicóptero, farão planilhas, gravarão vídeos e farão medição de velocidade sob o Minhocão e em seu entorno antes, durante e depois do fechamento. 
“Se for tomar a decisão de fechar em definitivo o Minhocão, então vamos tomar a decisão em cima de dados, uma coisa que não crie um impacto tão grande naquela região”, disse Tatto.
No caso da Paulista, a via deverá ser fechada para o tráfego apenas durante a inauguração de 3,8 quilômetros de ciclovia no canteiro central da avenida, provavelmente no dia 28 de junho, um domingo. O fechamento temporário acontecerá por conta do grande volume de ciclistas esperados para o evento, para garantir a segurança dos participantes.
“É uma tendência internacional de grandes cidades reservarem espaços públicos para que pedestres e ciclistas se encontrem, para que haja uma maior aproximação entre as pessoas. Não só em parques, mas também em vias. Na Times Square [em Nova York] aconteceu isso, há muitos espaços assim. Há estudos sendo feitos nessa direção, mas não temos ainda uma decisão”, disse Haddad.
De acordo com o secretário Tatto, o caso da Paulista é mais complexo devido ao tráfego de ônibus e, por isso, o trânsito não deverá ser fechado no cruzamento com a avenida Brigadeiro Luís Antônio. A área técnica monitorará o impacto da medida em ruas como a Cicinato Braga, São Carlos do Pinhal e a alameda Santos.
“A previsão da Prefeitura é que vai ter muita gente [na inauguração da ciclovia]. Às vezes, não é uma decisão política de fechar. Às vezes, tem que fechar por uma questão de segurança. Como a expectativa é de ter bastante ciclista, vai ter que fechar”, afirmou o secretário, ressaltando que não há previsão de fechamento definitivo da Paulista aos domingos.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »