17/08/2012 às 09h53min - Atualizada em 17/08/2012 às 09h53min

Brasil perde para os EUA na semifinal e disputa 3º lugar com o Japão no Mundial sub-14

Equipe brasileira não conseguiu superar os favoritos norte-americanos em Prostejov e volta a jogar no sábado

CBTenis

O Time Correios Brasil não conseguiu passar pelos Estados Unidos nas semifinais do Campeonato Mundial ITF da categoria 14 anos e perdeu por 3 a 0. Com o resultado, a equipe formada pelos tenistas Antonioni Fasano, Lucas Koelle e Orlando Luz voltam a jogar no sábado na disputa pelo terceiro lugar contra o Japão.

Depois de uma campanha com vitórias sobre o México, a Austrália e a Alemanha, a equipe campeã sul-americana de 14 anos não conseguiu o seu melhor desempenho diante dos favoritos ao título, que eram cabeças de chave 1. Com a vitória, os Estados Unidos brigam pelo título com a Coreia do Sul.

Nesta sexta-feira o time brasileiro não joga e realiza apenas treinos para o confronto com o Japão, que será realizado apenas no sábado, a partir das 10h locais (5h de Brasília). A movimentação em quadra na sexta fica na disputa entre Alemanha e Espanha pelo quinto lugar e no duelo entre Argentina e Taiwan pela oitava colocação.

A disputa brasileira na semifinal começou com Antonioni Fasano, que perdeu para o norte-americano Michael Mmoh por 2 sets a 0, com duplo 6/2. Orlando Luz também não conseguiu passar por Francis Tiafoe, que venceu com duplo 6/4. Nas duplas, Antonioni Fasano e Lucas Koelle perderam para William Blumberg e Francis Tiafoe com parciais de 7/5 e 6/3.

O time japonês que enfrenta o Brasil no sábado conta com os tenistas Riki Oshima, Renta Tokuda e Yuki Takamura, que venceram Chile, África do Sul e Espanha antes de perderem nas semifinais para a Coreia do Sul.

 

A Confederação Brasileira de Tênis tem o patrocínio oficial dos Correios. O co-patrocínio é do Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre, da Peugeot - Carro Oficial da CBT e Asics - marca esportiva oficial do tênis no Brasil. O apoio é da Head, da Editora 3, da Brascourt - Pisos Esportivos, Comitê Olímpico Brasileiro e Ministério do Esporte.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »