11/06/2015 às 16h00min - Atualizada em 11/06/2015 às 16h00min

Inscrições para VII edição do Prêmio PG - ELA podem ser feitas até 1° de Julho

Autor da pesquisa vencedora apresentará o trabalho para a comunidade científica e receberá US$ 20 mil e medalha de ouro em Simpósio internacional em Orlando (EYA)

Communica Brasil
Divulgação

O Instituto Paulo Gontijo, membro da Aliança Internacional de ELA, está com inscrições abertas até o dia 1° de Julho para o VII Prêmio PG - ELA. O objetivo do prêmio, que conta com parceria da MND Association, da Internacional Alliance of MND/ALS associations e da European Network for the Cure of ALS – ENCALS, é incentivar e reconhecer pesquisas em Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), terceira doença neuromuscular degenerativa e progressiva mais acometida no mundo, decorrente da morte dos neurônios motores. As inscrições podem ser feitas pelo site www.ipg.org.br/premioPG/.

Podem concorrer ao prêmio, jovens pesquisadores de até 40 anos, de qualquer nacionalidade, conforme regulamento disponibilizado no site do Instituto. “O Prêmio PG – ELA está em sua sétima edição e é o único prêmio entregue por uma entidade brasileira à comunidade científica internacional”, destaca Marcela Gontijo, Vice-Presidente do IPG.

O autor da pesquisa apresentará o trabalho vencedor para comunidade científica e receberá o prêmio de US$ 20 mil (vinte mil dólares) e uma medalha de ouro, que será entregue na abertura o 26nd International Symposium on ALS/MND (26º Simpósio Internacional de ELA/DNM), que acontecerá em 11 de dezembro de 2015, em Orlando, EUA. Esta é a maior conferência anual clínica e científica sobre ELA (MND / ALS) e o principal evento no calendário de pesquisa Motor Neuron Desease - MND, baseado na ideia que a chave para derrotar as doenças do neurônio motor – MND - reside na promoção de uma forte colaboração e cooperação entre os principais pesquisadores em todo o mundo.

O julgamento do Prêmio PG de Medicina é feito pela equipe de jurados internacionais do IPG, composta por cinco cientistas de pesquisas consagrados internacionalmente e parceiros da MNDAssociation – UK. “Além do potencial para se tornar uma grande referência para o incentivo aos estudos de ELA, o Prêmio PG é também um reconhecimento e um incentivo financeiro para o jovem cientista”, afirma o Prof. Mamede de Carvalho, Presidente da Comissão de Jurados.

Em dezembro 2014, a sexta edição entregou, na Bélgica, o prêmio para a pesquisadora Clotilde Lagier-Tourenne, M.D.,Ph.D e professora do Departamento de Neurociências da Universidade de San Diego, nos Estados Unidos, pelo trabalho “Targeted degradation of sense and antisense C9orf72 RNA foci as therapy for ALS and frontotemporal degeneration”. A pesquisa se baseia na identificação dos mecanismos moleculares que levam a neurodegeneração na ELA. Por meio do estudo do que ocorre na morte neuronal, o objetivo da pesquisa foi identificar estratégias terapêuticas a fim de corrigir os genes ligados à doença.

Conheça os ganhadores do Prêmio no http://bit.ly/1Gqo1Cg

 

VII Prêmio PG - ELA

Inscrições pelo site: 01 maio a 01 julho/2015

www.ipg.org.br/premioPG

Sobre o Prêmio - O Prêmio PG ELA desde 207 fomenta à pesquisas científicas relacionadas à descoberta da causa e cura da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA). A partir de 2011, o Prêmio passou a ser concedido anualmente, e conta com a parceria internacional da MND Association, da Internacional Alliance of MND/ALS associations e da European Network for the Cure of ALS – ENCALS (http://www.encals.eu/), além de toda comunidade científica internacional.

Sobre o IPG – O Instituto Paulo Gontijo surgiu após a descoberta de seu fundador, o físico e engenheiro Paulo Gontijo, ser portador da ELA, em 2000. Nessa época, ele promoveu uma campanha a fim de procurar a causa da doença, e idealizou os primeiros moldes de como seria a instituição e quais contribuições em prol da ciência. O IPG tem a missão de promover a pesquisa científica e o conhecimento sobre a doença, bem como desenvolver ações de sensibilização e humanização que contribua para o melhor atendimento dos profissionais, pacientes e seus familiares. Mais informações no site: www.ipg.org.br


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »