04/05/2012 às 00h58min - Atualizada em 04/05/2012 às 00h58min

Senadores da Comissão de Infraestrutura do Senadose reúnem com Ministro dos Transportes

Durante a reunião, foi discutido o programa de obras do PAC para o setor de transportes, rodovias, ferrovias e hidrovias

Gabinete Senadora - Fotos: Edsom Leite

A bancada de senadores que compõem a Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado (CI), presidida pela senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO), reuniu-se nesta quinta-feira, 3, com o Ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos. Na pauta, soluções para o setor de transportes, referentes ao Plano Nacional de Viação e a viabilidade de implementação dos 50 projetos que tramitam na CI.

Durante a reunião, foi discutido o programa de obras do PAC para o setor de transportes, rodovias, ferrovias e hidrovias que ainda representam um gargalo para o desenvolvimento do País. Lúcia Vânia mostrou ao ministro que a grande vantagem da movimentação via trens é a possibilidade de se transportar maior quantidade de carga por longas distâncias. O tema foi apresentado como prioritário, para alavancar a malha ferroviária nacional, principalmente na construção da FICO – Ferrovia Integração Centro Oeste, prevista para ser executada em 2013.

Paulo Sérgio Passos destacou que, no Brasil, as rodovias respondem por 70% do escoamento da produção nacional, e continuarão a protagonizar a malha logística do país, mas deverão dividir espaço com o crescimento dos modais ferroviário e hidroviário. “Esta é a necessidade da infraestrutura baseada no PAC dos transportes para inversão na matriz logística nacional e será a principal busca do Ministério dos Transportes”, afirmou.

Ainda sobre a situação das rodovias, os senadores relataram que a BR 364 no Estado de Rondônia necessita com urgência de manutenção e duplicação por ser uma estrada fundamental para o escoamento da produção agrícola da região. Outras vias também precisam de investimentos como: BR 425 em Rondônia, BR 163 no Mato Grosso, BR 153 Belém-Brasília e a BR 158, que corta toda parte leste da região Centro-Oeste e apresenta péssimas condições de trafegabilidade.

O Ministro Paulo Sérgio Passos garantiu aos parlamentares que o executivo irá encaminhar ao Conselho Nacional de Transportes todas as 50 proposições dos senadores e depois analisá-las para que elas, posteriormente, façam parte do projeto do governo ao Plano Nacional de Transportes.

Atualmente, o transporte rodoviário é predominante da matriz brasileira. Pelas estradas passam 58% de tudo que é transportado, ficando as ferrovias responsáveis por 25%, as hidrovias por 13% e 0,4% por via aérea.

A audiência ocorreu no gabinete do Ministro com a participação dos senadores Vicentinho Alves (PR-TO), Waldemir Moka (PMDB-MS), Ivo Cassol (PP-RO), Jayme Campos (DEM-MT) e Kátia Abreu (PSD-TO). Participaram também da reunião: o corpo técnico do ministério; o Diretor-Geral do DNIT, General Jorge Ernesto Pinto Fraxe; o Diretor Presidente da VALEC, José Eduardo Sabóia Castello Branco; o Secretário de Política Nacional de Transporte, Marcelo Perrupato; o Diretor Geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Fábio Barbosa e o Secretário Executivo do Ministério dos Transportes, Miguel Mário Masella.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »