09/06/2015 às 17h41min - Atualizada em 09/06/2015 às 17h41min

Dia Mundial do Meio Ambiente: temos o que comemorar?

Por Marco Aurélio Gimenez, Diretor Comercial da Indústria de Motores Anauger

Ascom
Divulgação

A comemoração do Dia do Meio Ambiente em meio às consequências da maior crise hídrica já vivida no País, principalmente na região Sudeste, é um momento para a reflexão de todos, desde os especialistas em saneamento, meio ambiente, empresários envolvidos com a responsabilidade social e ecológica e nós, profissionais envolvidos com o tema.

A produção econômica e as atividades domésticas vêm sendo afetadas pelo aumento dos custos de energia, ocasionados pelo uso constante das termoelétricas, enquanto os principais reservatórios de água que deveriam abastecer às hidroelétricas estão operando em níveis ainda modestos. Em São Paulo a indústria e o setor agrícola vivem uma realidade instável, com o sistema Cantareira operando em níveis que se assemelham a uma “montanha-russa”.

 

O uso de energia solar no bombeamento e captação de água ganhou mais adeptos, pois se trata de uma tecnologia em pleno processo de disseminação. Mas nem mesmo o caso inédito de racionamento que enfrentamos no final do ano passado fez com que os governantes e a população se conscientizassem que de que vivemos uma nova realidade. Precisamos de outros parâmetros e soluções para conter a crise hídrica de forma limpa e sustentável.

 

Enfrentamos uma situação que está mudando bruscamente a região onde se encontra a parcela mais significativa do PIB nacional, a Sudeste, e envolve o bem mais precioso que o ser humano possui: a água. Será que temos realmente o que comemorar neste Dia Mundial do Meio Ambiente?

 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »