16/08/2012 às 17h44min - Atualizada em 16/08/2012 às 17h44min

A poesia de Manoel de Barros no espetáculo Tudo o que não invento é falso

Inspirado no livro ‘”Memórias Inventadas: as infâncias de Manoel de Barros” o espetáculo infantil ‘Tudo o que não invento é falso’ com direção e coreografia de Paula Maracajá e direção musical de Dado Amaral se apresenta no projeto Interlocuções Poéticas, na Funarte SP, de 16 a 18 de agosto de 2012.

Canal Aberto Assessoria de Imprensa

Em diálogo com a linguagem metafórica e poética e na busca de um olhar que aproxime o mundo contemporâneo, o espetáculo tem inspirado na literatura, um despertar pelo fascinante mundo de um menino, uma criança – poeta - dançante.

Através de uma dramaturgia que persegue o roteiro e a poética de signos, na poesia musicada por Dado, conduz o olhar do público na direção do poeta e imersão na literatura brincante de Manoel. Em interatividade com o roteiro, os intérpretes se revezam, humanizam, encenam e dançam “partituras” poéticas selecionadas.

As palavras de Manoel compõem em acordo com corpos, imagens reeditadas e a composição coreográfica. Um cenário-instalação suspenso no palco, lírico, decorativo e atemporal, é atravessado por ações contidas no mundo subversivo, ingênuo, brincante e lúdico do menino-poeta.

Na cena em constante movimento em interlocução com o roteiro, os bailarinos interagem e mantêm livros que voam um balanço e uma escultura complexa, uma reedição das esculturas “Criaturas” da artista plástica Gabriela Maciel. Como um ato puro de metamorfoses, na dança, o universo do personagem-menino-escritor solitário e transgressor, apresenta no corpo o “real”, o “irreal” e que recriar é sempre possível.

Serviço

Tudo o que não invento é falso

Dias: 16 a 18 de agosto (quinta a domingo) às 15h30.

Indicação etária: Livre

Duração: 60 minutos

Ingresso: R$ 10,00 e R$ 5,00

 

Ficha Técnica

Direção, coreografia e roteiro: Paula Maracajá Pesquisa de movimento: Danilo D’Alma, Patricia Riess, Paula Maracajá e Renata Versiani Elenco: Danilo D’Alma, Nina Botkay, Patricia Riess, Paula Maracajá e Renata Versiani Assistente de direção: Patricia Riess Direção de arte e cenografia: Gabriela Maciel Direção musical e dramaturgia: Dado Amaral Produção musical: Bartolo Composições e execução: Dado Amaral e Bartolo Percussão: Thomas Harres Participação especial: Duplexx Iluminação: Leandro Barreto Figurino: Ticiana Passos Designer gráfico: Luiza Aché Fotografia: Dado Amaral Iluminação: Ananda Felippe Coordenação de produção: Tarik Puggina; Direção de produção: Aline Carrocino Gerente de projeto: Carla de Torrez Administração financeira: Amanda Cezarina Realização Nevaxca Produções

Ficha Técnica do projeto

Idealização do Projeto Coordenação Geral: Solange Borelli Equipe de Produção: Selene Marinho, Dudu Oliveira, Djalma Moura, Michele Karine e Pedro Borelli Assessoria Artística e Condução do Open Space: Marcos Moraes Coordenação Pedagógica do Grupo de Estudos em Formação de Público: Ana Terra e Uxa Xavier Coordenação Oficina de Dança Moderna: Claudia de Souza Coordenação Oficina de Dança Contemporânea: Marcos Moraes Coordenação Oficina de Danças Urbanas: Frank Ejara Coordenação Oficina de Danças dos Orixás: Yáskara Manzini Projeto Grafico: Selene Marinho Assessoria de Imprensa: Marcia Marques – CANAL ABERTO Realização: RADAR CULTURAL - Gestão e Projetos

 

FUNARTE: Alameda Nothmann, 1058 Campos Elíseos – São Paulo SP

Tel.: 3662-5177 (Próximo à estação Santa Cecília do Metrô)

Ingressos: $ 10,00 e $ 5,00

Capacidade da sala 70 lugares

Agenda atualizada e informações detalhadas no http:/interlocucoespoeticas.blogspot.com.br ou facebook: Interlocuções Poéticas

Informações e reservas de convites pelo interpoeticas @radarcultural.com.br


www.youtube.com/watch?v=HwsBqXcw0Iw&feature=g-upl
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »