26/05/2022 às 22h26min - Atualizada em 27/05/2022 às 18h30min

Existe idade certa para fazer a primeira cirurgia plástica? Dr Luiz Haroldo Pereira, pioneiro da lipoaspiração no Brasil, responde

Alguns procedimentos exigem maturidade psicológica e o médico alerta: ‘A internet estimula muito a busca por essas operações entre jovens’

SALA DA NOTÍCIA Nobre Assessoria
www.drluizharoldo.com.br
Pixabay
O Brasil é líder no ranking de cirurgias plásticas no mundo, e, nos últimos 10 anos, cresceu em mais de 140% o número de procedimentos estéticos entre jovens. Mas, existe idade certa para realizar a primeira plástica? Dr Luiz Haroldo, com mais de 40 anos de experiência na área, explica o momento certo para fazer cada tipo de intervenção:

“Não há idade correta para isso. A partir de 7 anos, é possível fazer correção da orelha de abano. Com 13, pode reduzir as mamas. Apenas com 18 anos é recomendado a lipoaspiração, silicone e rinoplastia, já que, nesse momento, os mais novos possuem uma estrutura orgânica e maturidade corporal maior.”

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), dos 1,5 milhão de procedimentos estéticos feitos no ano de 2016, 97 mil foram em pessoas de até 18 anos, o que corresponde a 6,6%, apontando um grande crescimento em comparação ao passado. O médico alerta os cuidados necessários para adolescentes que desejam fazer esse tipo de intervenção, realçando a influência da mídia:

“É necessário refletir muito sobre o assunto para entender se é o caminho correto, e os menores de idade devem estar acompanhados do responsável legal. A internet estimula muito a busca por essas operações em jovens, que desde cedo ficam incomodados com sua aparência nas “selfies”, principalmente com o nariz e as mamas.”

O doutor comenta sobre a importância de conhecer o profissional escolhido: “É preciso escolher um cirurgião qualificado, que seja verdadeiramente especialista em plástica. Ele tem que ter bom senso para selecionar seus pacientes mais novos, não operar qualquer um e entender cada caso”

O profissional revela ainda as cirurgias mais procuradas por adultos e pela terceira idade, e quais são as mais indicadas em cada momento da vida:

“Em pacientes mais velhos, de 20 a 30 anos, principalmente mulheres que já tiveram filhos, é possível fazer operações no abdômen após a gestação, o que vemos muito nessa faixa etária. O botox é utilizado a partir dos 35, até antes. Em torno dos 45 anos, é muito buscado fazer a cirurgia de pálpebras e lifting cervico-facial, que retira o excesso de pele e rugas, além da correção da musculatura interna e enxerto de gordura.”

Segundo Dr. Haroldo, entre os mais novos, aproximadamente em torno dos 25 anos, o aumento das mamas e a lipoaspiração são as intervenções mais sondadas. Essas devem ser feitas com cautela, evitando excessos:

“Com a idade adequada e um bom cirurgião, esses procedimentos podem trazer resultados muito positivos, sem exageros.”

Pré e pós operatório

As cirurgias plásticas exigem maturidade psicológica antes de acontecerem, e, especialmente, depois para enfrentar pós-operatórios mais delicados. O doutor aconselha os jovens que desejam fazê-las:

“Precisa chegar bem preparado mentalmente, por isso é obrigatório os pais acompanharem. É necessário explicar muito bem o que é a intervenção para ter consciência do que ele está fazendo. Não é um salão de beleza, é algo sério.”

Além disso, para efetuar a operação, são pedidos diversos testes para confirmar se a cirurgia é segura para aquela pessoa, além de cuidados após realizá-la:

“Pedimos sempre exames de sangue e cardiológico para garantir que o procedimento seja correto para o paciente. No caso de próteses mamárias, é fundamental um ultrassom também. Depois de efetuar a intervenção, é indispensável o uso de cintas e drenagens e, principalmente, o repouso indicado.”, afirma Haroldo.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »