25/05/2022 às 10h26min - Atualizada em 26/05/2022 às 22h19min

Maio Cinza: Paciente que venceu câncer cerebral lança livro sobre sua história

De forma inspiradora, a veterinária Daiene Berdoldi conta que até se casou dias após a cirurgia e ainda com pontos infeccionados

SALA DA NOTÍCIA Lívia Aragão Mc Cardell
www.essencialcoach.com.br
Divulgação
Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) indicam que mais de 11 mil novos casos de câncer cerebral vêm sendo diagnosticados todos os anos no Brasil, ocupando as 10ª e 11ª posições no ranking dos tumores mais frequentes nas mulheres e nos homens, respectivamente. Segundo a última atualização do Atlas de Mortalidade, 9.355 pacientes perderam suas vidas para a doença em 2020. Diante da gravidade desses números, este mês é lembrado como ‘Maio Cinza’, a fim de conscientizar a população sobre esse tipo de câncer que, apesar de preocupante, se descoberto e tratado a tempo, pode ser vencido e sem deixar sequelas.
Exemplo disso é a escritora Daiene Berdoldi, que acabou de lançar o livro “Por trás da cicatriz”, pela Editora Ação Set, no qual narra sua própria trajetória, partindo de uma profissional no auge dos seus 36 anos prestes a se casar para, de repente, tornar-se uma paciente de câncer cerebral e, como se não bastasse, desencorajada de antemão pela primeira equipe médica que a atendeu. Na obra, ela conta como foi a turbulenta descoberta do tumor logo nos primeiros dias de 2020 e a decisão de cancelar o casamento que vinha planejando há dois anos, passando pelo reconhecimento e aceitação do seu corpo, pela confiança na complexa cirurgia a que foi submetida, pela garra durante sua recuperação e pela parceria do então noivo Marcos (a quem dedica a obra, chamando-o de seu alicerce) na retomada dos seus sonhos e na concretização do casamento — ainda que recém-operada e com pontos infeccionados na cabeça — exatamente no mesmo dia, lugar e do jeito que fora planejado desde o início. A autora retrata, ainda, as intermináveis sessões de radioterapia seguidas pelas quimioterapias e seus efeitos colaterais, enquanto voltava parcialmente à sua rotina.
Por trás da cicatriz” é uma narrativa de força, superação e amor, intercalada por depoimentos emocionantes de familiares, amigos e parceiros profissionais, até finalmente chegar à Daiene de hoje: curada, sem sequelas, feliz, resiliente, casada, cheia de planos e com sua vida pessoal e profissional totalmente normalizada, apenas com acompanhamentos médicos semestrais, como é de praxe.
Intensa como sua passagem até aqui, ela começou a escrever o livro ainda no hospital, quando sentiu que precisaria deixar um legado para ajudar outras pessoas em situações semelhantes. Em um dos trechos, ela conta que, após o choque inicial, compreendeu que o tumor precisava gerar uma marca grande para simbolizar um novo e maior de todos os marcos, o divisor de águas, e que tal superação só foi possível com a utilização da programação neurolinguística, da qual é praticante. “O grau de transformação pessoal pedia esse sinal à altura. A ressignificação me permitiu retomar o controle da situação e não permitir que tudo fosse gerado outra vez. Hoje olho para minha cicatriz com orgulho, pois representa um processo repleto de dores, porém igualmente lindo e rico de significados. A evolução é psicológica, espiritual, física e moral. Me sinto muito mais forte. Se o câncer foi uma disfunção minha, produzida pelo meu corpo, por que esconder a cicatriz? Mostro-a sem vergonha. Pelo contrário, sei que ela encoraja e inspira”, finaliza Daiene.
 
Sobre Daiene Berdoldi
Natural de São Bernardo do Campo (SP), Daiene Berdoldi é a caçula de três filhos de pai empresário industrial e mãe artesã, ambos aposentados. Passou parte da infância em São Caetano do Sul (Grande ABC/SP) até mudar-se para a Capital e, como sempre foi apaixonada por animais, formou-se em Medicina Veterinária na Universidade Metodista de São Paulo. Após esse período, trabalhou em diferentes setores e empresas, chegando a morar em Santo André (Grande ABC/SP) até decidir empreender e voltar definitivamente à sua terra natal. Em 2016, fundou a ‘Essencial Coach’, que oferece consultorias e treinamentos a diversas áreas profissionais, sobretudo ao mercado veterinário. Atualmente é diretora executiva da companhia, coach e palestrante. Além de “Por trás da cicatriz”, Daiene é coautora do livro “Veterinário de Sorte”, lançado em 2020.      
 
Ficha técnica:
“Por trás da cicatriz”
Autores: Daiene Berdoldi e Rodrigo Sá (ghostwriter)
Editora: Ação Set
Páginas: 169
Valor: R$ 50,00
À venda para todo o Brasil pelos sites: www.essencialcoach.com.br , linktr.ee/essencialcoach e Livraria Cultura (https://www3.livrariacultura.com.br/por-tras-da-cicatriz-2112319425/p) . 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »