25/05/2022 às 15h49min - Atualizada em 26/05/2022 às 22h19min

Anna Persia Bastos, designer de espaços e casas saudáveis, abre a exposição "REUTILIZAR PARA CRIAR ARTE SUSTENTANDO O PLANETA",

Mostra ocupa o Gabinete do Espaço BB, com curadoria de Marcia Marschhausen e parceria de artistas plásticos, combinando sustentabilidade, saudabilidade, design e arte.

SALA DA NOTÍCIA PAULA MARIA CORREA RAMAGEM SOARES
Paula Ramagem
Divulgação
 
 
Anna Persia Bastos, designer de interiores conhecida por seus projetos de casas/espaços saudáveis e inclusivos, abre a exposição  "REUTILIZAR PARA CRIAR SUSTENTANDO O  PLANETA", no Gabinete do Espaço BB, no Shopping Cassino Atlântico, com curadoria da arquiteta Marcia Marschhausen, onde apresenta peças que misturam o vergalhão e a arte, criados pela Designer, em parceria com artistas plásticos convidados, utilizando materiais retirados de sobras das obras, com o objetivo de transformar o que seria descarte, em mobiliário e peças sustentáveis, sempre presentes em seus trabalhos.
 
 
A mostra, que ocorre entre 09 de junho e 09 de julho de 2022, traz o vergalhão como material principal e a parceria de artistas plásticos, mostrando que arte, design, saudabilidade e sustentabilidade caminham juntos e podem ser transformadores. "O Brasil é o terceiro maior produtor de ferro do mundo. O ferro é um material que pode ser ressignificado em toda a sua vida, imprimindo a passagem do tempo. Trabalho com ele sempre enferrujado, num processo natural, transformando o que poderia ser lixo em soluções de espaço ou objetos de decoração", explica Anna Persia Bastos. 
 
 
Entre as peças expostas, o visitante encontrará:
. Painéis de tela com aros de vergalhão, para o teto, saindo do lugar comum - o quadro sai da parede e ocupa o teto.
. Painéis em vergalhão, com pedaçõs de reuso
. Vitrine com paineis de espelho e vergalhão, com intervenções em vidro, em parceria com artista plástica.
. Banco shoho, todo em vergalhão
. Textura com casca de mexilhão retirado da Bahia de Guanabara
. Mesinhas laterais de vergalhão/mesa de vergalhão com tampo de cimento e isopor/ mesinha de chapa de ferro ressignificada com tampo de resina
. Cuba de banheiro de pé, customizada em parceria com uma artista plástica  (reuso de obra - do lixo ao uso)
. Fotos de projetos, onde os vergalhões são utilizados para mostrar o conceito de espaço aberto, sem ser excludente, possibilitando a entrada de luz natural e ventilação.
 
 
 
SOBRE O VERGALHÃO COMO MATÉRIA-PRIMA


"O descarte consciente não é uma coisa muito simples aqui no Brasil. Temos muita dificuldade de achar parceiros que estão realmente interessados em levar esta proposta adiante. Na verdade, temos uma obrigação em dar um destino aos materiais que são gerados na obra. Entulho, ferro, vasilhames de tintas, verniz e tantos outros. O que acontece é que não temos um local para destinar este material. Tento, sempre que possível, criar oportunidades, para que as coisas não parem no lixo. Então, todos os materiais retirados da obra, busco doar para pessoas que precisam ou têm interesse. Os ferros, faço campanha para que outros profissionais me doem, já que é o principal material que utilizo em meus projetos. Uso técnicas para gerar menos resíduos numa obra. E assim, vou dando minha contribuição ao mundo", afirma a designer.
 
 
 
SOBRE SUSTENTABILIDADE
 
 
Em relação à sustentabilidade, também está relacionado ao respeito á todas as coisas. Não podemos pensar que não somos responsáveis por um mundo melhor, uma vida mais salutar.  Acredito que não temos saída a não ser buscar um mundo mais sustentável. Sustentável no sentido do não desperdício, de não acabar com as fontes naturais que nos foram dadas e estamos exterminando com tudo, de não aceitação ao trabalho escravo e por aí vai. Em todos os meus projetos sempre busco materiais com baixo impacto, que não agridem o meio ambiente, formas de não gerar tanto lixo, de poluir menos o meio ambiente, de reaproveitar o que o cliente tem, repaginando e dando outro valor a peças e mobiliários. É um olhar amoroso pelo que temos e o medo de perder esta riqueza.
 
 
SOBRE ANNA PERSIA BASTOS

Psicóloga de formação (UNESA), sempre teve o olhar voltado para a importância do espaço na constituição do sujeito. Iniciou estudo para Personal Organizer e daí passou para o Design de Interiores. -  Instituto Marangoni Milano - Escola de Design em Design de Interiores para Profissionais . Especialização em Design de Interiores: ambientação e produção de espaço - IPOG . Mestre em Diversidade e Inclusão em conforto ambiental em espaços de inclusão - UFF . Técnico em Design de Interiores - IBDI . Design de Espaços- metodologia MADEIN - Instituto Europeu de Design. Também cursou Neuro Design, Design Biofílico  e Vegan Design. Para  2022, prepara o lançamento do livro "Conforto Ambiental e Educação".

Anna Persia Bastos é designer de espaços, e toca o studio Persia Interiores,  sendo o seu maior prazer  projetar espaços que façam a diferença para as pessoas, acreditando que os ambientes que nos cercam nos influenciam a todo o tempo. Então, por que não criar espaços que beneficiem a vida, que sejam sustentáveis, inclusivos e que respeitem a diversidade? Este é o seu propósito, transformar a vida das pessoas, levando saúde e melhor qualidade de vida aos moradores. Propósito que levou o studio Persia Interiores ao Archathon Sudeste 2022 , além de ser uma das referências na área.

 
Pacto com a natureza

"A essência dos meus projetos está na busca pela sustentabilidade, sempre com o menor impacto ao meio ambiente, através da reutilização e renovação de materiais e mobiliários de forma criativa".
 

SERVIÇO
 
Exposição: "REUTILIZAR PARA CRIAR SUSTENTANDO O PLANETA"
Expositora: Anna Persia Bastos
Local: Espaço BB - Gabinete
Endereço: Av. Atlântica, 4.240 - loja 311 - Posto 6/Copacabana
Shopping Cassino Atlântico
Entre o mar e a arte
Dias e horários: de terça a sábado, das 14h às 19h
Assessoria de Imprensa: Paula Ramagem
Evento gratuito
Classificação livre
Acessibilidade e estacionamento no local.


 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »