25/05/2022 às 11h20min - Atualizada em 25/05/2022 às 14h57min

Pesquisa do Gartner indica que compras de tecnologia estão sendo feitas cada vez mais por outras áreas das empresas

Apenas 26% projetos são exclusivamente financiados pela área de tecnologia

SALA DA NOTÍCIA PLANIN

O Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, anuncia que 74% das compras de tecnologia estão sendo feitas por unidades de negócios fora da área de Tecnologia da Informação. De acordo com a mais pesquisa, a área de TI, hoje, é responsável por comprar de maneira exclusiva apenas 26% dos projetos de tecnologia das companhias. O estudo foi produzido a partir de entrevistas com mais de 1.100 profissionais de nível gerencial ou superior de empresas com pelo menos US$ 1 milhão em receitas anuais para entender como as organizações abordam os esforços de compra em larga escala para tecnologia corporativa.

“À medida que a tecnologia se torna mais crítica e presente em todas as áreas das empresas, a dinâmica da equipe de compras continua a evoluir. No passado, era relativamente fácil prever quem eram os compradores, mas tudo isso mudou”, diz Derry N. Finkeldey, Vice-Presidente de Pesquisa do Gartner. “A pesquisa do Gartner descobriu ainda que 41% dos funcionários são ‘tecnólogos de negócios’, capazes de criar recursos de tecnologia ou de análise para uso comercial, interno ou externo, demandado exclusivamente para fora dos departamentos de TI. Em um mundo no qual a maioria dos tecnólogos trabalha fora do departamento de TI, literalmente qualquer um pode ser um comprador de tecnologia.”

A pesquisa descobriu que, em grandes compras - em todas as principais categorias de tecnologia -, as organizações adotam abordagens variadas de financiamento:

 

- A abordagem de financiamento mais comum para compras de hardware, serviços de tecnologia e serviços gerenciados é aquela em que a própria área de TI financia toda a compra; essa opção é seguida pelo financiamento proveniente de vários departamentos ou unidades de negócios.

- Já o modelo de financiamento mais comum para compras de software e soluções integradas é o oposto: o financiamento por vários departamentos é o mais comum, seguido pelo financiamento exclusivo das áreas de TI.

- Os departamentos de TI estão envolvidos em pelo menos parte do financiamento de 70% das compras estudadas.

- 75% dos entrevistados que usaram abordagens de financiamento compartilhado sofreram atrasos para chegar a um acordo sobre a alocação orçamentária por terem que decidir junto com diversas áreas das empresas.

“Os fornecedores de alta tecnologia precisam de novas abordagens para identificar não apenas com quem se envolver, mas também como envolver os compradores B2B em todas as unidades de negócios, com a confiança de que suas abordagens serão eficazes e seus roteiros atraentes. Os líderes de produtos precisam treinar equipes encarregadas de descobrir a disponibilidade de orçamento para estender essa pesquisa para incluir também a abordagem de financiamento”, avalia Finkeldey.

Mesmo que o papel dos tecnólogos de negócios cresça, os líderes de produtos não deveriam ignorar os especialistas de TI porque em quase todos os casos, a TI continuará a fornecer pelo menos uma parte do orçamento dos projetos.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »