03/06/2015 às 11h33min - Atualizada em 03/06/2015 às 11h33min

Tentativas de furto aumentam em média 15% nos feriados

Alex Nicolau

As tentativas de furtos a residências e estabelecimentos comerciais nas grandes cidades tendem a ter uma aumento de cerca de 15% nos períodos de feriados prolongados, como é o caso agora da emenda de Corpus Christi.

Essa informação é baseada no histórico e avaliação dos alarmes recebidos na central de monitoramento da ADT, líder em alarme monitorado 24 horas para residências, empresas e estabelecimentos comerciais no Brasil e no mundo.

Os alarmes recebidos pela central de monitoramento, de modo geral, não chegam a configurar uma ocorrência policial, mas servem de alerta para que as pessoas tomem cuidados especiais nesses períodos.

Vale lembrar que, segundo as estatísticas relativas aos quatro primeiros meses de 2015 fornecidas pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, as ocorrências de roubos a estabelecimentos comerciais, com 6,69% do total, representam o terceiro maior grupo de incidências, atrás apenas de ocorrências relacionadas a transeuntes (51,80%) e veículos (22,04%). As ocorrências policiais envolvendo residências representaram 2,29% do total.  

Em relação ao ano de 2014, as ocorrências de roubo a estabelecimentos comerciais e a residências, que foram respectivamente de 6,79 e 2,21% apresentaram uma redução.

Para se prevenir, siga as sete instruções da ADT abaixo:

  1. Ao viajar, solicite a suspensão da entrega de jornais e/ou revistas, pois o acúmulo desses objetos denuncia que não há ninguém na residência;

  2. Não divulgue a notícia no bairro. Informe dois vizinhos de confiança, comunicando as data de saída e retorno, e peça para que prestem atenção em barulhos estranhos e veículos desconhecido estacionados em frente à garagem, por exemplo;

  3. Programe seu telefone para o modo “siga-me”. Assim, qualquer ligação para sua residência será transferida automaticamente para o número telefônico que você programar;

  4. Não divulgue informações que possam comprometer a segurança do local (não conhecemos as intenções de todos que nos cercam);

  5. Não deixe objetos largados no quintal ou varanda de sua casa;

  6. Desligue a campainha. Assim, você deixa em dúvida quem tocá-la apenas para verificar se há alguém em casa;

  7. Feche as portas com trincos e trancas e reforce a porta da frente com fechaduras auxiliares.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »