19/05/2022 às 14h18min - Atualizada em 20/05/2022 às 00h19min

NICE cresce 16% e tem lucratividade recorde no primeiro trimestre de 2022

Hoboken, Nova Jersey, maio de 2022 – A NICE (NASDAQ: NICE) anunciou os resultados do primeiro trimestre encerrado em 31 de março de 2022.

SALA DA NOTÍCIA Brenda Sena
Destaques Financeiros do período:
 
Receita de US$ 527 milhões e crescimento de 15,9% ano a ano Receita de US$ 527 milhões, um crescimento de 15,4% ano a ano
Receita de nuvem de US$ 295 milhões, um crescimento de 29,2% ano a ano Receita de nuvem de US$ 295 milhões, um crescimento de 28,1% ano a ano
Margem bruta de 68,3% ante 67,5% no ano passado Margem bruta de 73% ante 72,7% no ano passado
Lucro operacional de US$ 72 milhões em comparação com US$ 66 milhões no ano passado, um crescimento de 8,9% ano a ano Lucro operacional de US$ 149 milhões em comparação com US$ 129 milhões no ano passado, um crescimento de 15,7% ano a ano
Margem operacional de 13,7% ante 14,6% no ano passado Margem operacional de 28,3%, ante 28,2% no ano passado
Lucro por ação de US$ 0,87 contra US$ 0,78 no ano passado Lucro por ação de US$ 1,80 contra US$ 1,54 no ano passado, um crescimento de 16,9%
O fluxo de caixa operacional aumentou 17,3% para US$ 193 milhões em relação ao ano passado  

“Os excelentes resultados financeiros que entregamos e o impulso crescente que experimentamos ao longo do ano passado continuaram no primeiro trimestre de 2022, pois relatamos um aumento de 16% na receita total, com um robusto crescimento de 29% na receita de nuvem”, disse Barak Eilam, CEO da NICE. “A demanda é forte e estamos vendo isso em todos os nossos negócios. Nosso excepcional crescimento de receita de dois dígitos, combinado com a melhor lucratividade da categoria, excelente geração de caixa e um balanço sólido, nos posiciona de forma única em nosso setor e consolida ainda mais nossa liderança”.

“Três elementos-chave estão impulsionando o forte crescimento contínuo de receita e excelente lucratividade: nossa liderança cada vez maior no mercado de grandes empresas, nossa presença internacional líder do setor e nossa oferta inigualável de IA e digital de última geração. Esses três elementos, combinados com uma demanda forte e durável em nossos mercados, estão nos fornecendo o combustível para continuar executando bem nossa estratégia de longo prazo”, explica Barak Eilam.

Destaques financeiros GAAP para o primeiro trimestre, encerrado em 31 de março:

Receitas: As receitas totais do primeiro trimestre de 2022 aumentaram 15,9%, US$ 527,4 milhões, em comparação com US$ 455 milhões no mesmo período em 2021.

Lucro bruto: US$ 360,4 milhões em comparação a US$ 307,2 milhões no primeiro trimestre do ano passado. A margem bruta foi de 68,3%, enquanto no mesmo período de 2021 foi de 67,5%.

Receita operacional: US$ 72,4 milhões, em comparação a US$ 66,5 milhões no primeiro trimestre de 2021. A margem operacional do primeiro trimestre de 2022 foi de 13,7% em comparação com 14,6% no mesmo período em 2021.

Lucro Líquido: US$ 57,9 milhões, em comparação com US$ 52,2 milhões no primeiro trimestre de 2021. A margem de lucro líquido do primeiro trimestre de 2022 foi de 11%, em comparação com 11,5% no mesmo período do ano passado.

Lucro por ação: US$ 0,87, em comparação a US$ 0,78 no primeiro trimestre de 2021.

Fluxo de caixa operacional e saldo de caixa: o fluxo de caixa operacional do primeiro trimestre de 2022 foi de US$ 192,7 milhões.

No primeiro trimestre, US$ 63,8 milhões foram usados ​​para recompras de ações. Em 31 de março de 2022, o total de caixa e equivalentes de caixa, investimentos de curto e longo prazo era de US$ 1,49 bilhão. Nossa dívida era de US$ 540,8 milhões, resultando em caixa líquido e investimentos de US$ 950 milhões.

Destaques financeiros não-GAAP para o primeiro trimestre, encerrado em 31 de março:

Receitas: as receitas totais do primeiro trimestre de 2022 aumentaram 15,4%, US$ 527,4 milhões, em comparação a US$ 457 milhões no mesmo período em 2021.

Lucro bruto: o lucro bruto não-GAAP do primeiro trimestre de 2022 aumentou para US$ 385,2 milhões em comparação com US$ 332,1 milhões no primeiro trimestre de 2021. A margem bruta não-GAAP do primeiro trimestre de 2022 foi de 73% em comparação a 72,7% no primeiro trimestre de 2021.

Receita operacional: a receita operacional não-GAAP do primeiro trimestre de 2022 aumentou para US$ 149 milhões em comparação com US$ 128,8 milhões no primeiro trimestre de 2021. A margem operacional não-GAAP do primeiro trimestre de 2022 foi de 28,3% em comparação com 28,2% no primeiro trimestre de 2021.

Lucro Líquido: o lucro líquido não-GAAP do primeiro trimestre de 2022 aumentou para US$ 120,5 milhões em comparação a US$ 102,8 milhões no primeiro trimestre de 2021. A margem de lucro líquido não-GAAP do primeiro trimestre de 2022 totalizou 22,8% em comparação com 22,5% no primeiro trimestre de 2021.

Lucro por ação: o lucro por ação não GAAP do primeiro trimestre de 2022 aumentou 16,9% para US$ 1,80 em comparação com US$ 1,54 no primeiro trimestre de 2021.

Orientação para o segundo trimestre e ano completo de 2022:

Segundo trimestre de 2022
As receitas totais não-GAAP do segundo trimestre de 2022 devem ficar na faixa de US$ 520 milhões a US$ 530 milhões.

Espera-se que o lucro por ação não-GAAP do segundo trimestre de 2022 fique na faixa de US$ 1,75 a US$ 1,85.

Ano de 2022
Espera-se que as receitas totais não-GAAP do ano de 2022 estejam na faixa de US$ 2,160 bilhões a US$ 2,180 bilhões (em comparação com a faixa de orientação anterior de US$ 2,140 bilhões a US$ 2,160 bilhões).

Espera-se que o lucro por ação não-GAAP para 2022 fique na faixa de US$ 7,25 a US$ 7,45 (em comparação com a faixa de orientação anterior de US$ 7,07 a US$ 7,27).
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »