10/08/2012 às 12h44min - Atualizada em 10/08/2012 às 12h44min

Paula Lima prepara CD de Samba

Paula Lima entra em estudio para gravar o seu primeiro disco inteiramente dedicado ao samba.

Daniela Ribeiro

 "Estou muito feliz e apaixonada pelo ritmo. Tenho encontrado muitos amigos e sentido um carinho tão bom que me sinto voltando para casa", disse a cantora em nota. O disco, que terá produção de Leandro Supucahy, também terá a participação de grandes nomes do samba, como Arlindo Cruz e Xande de Pilares. Para definir o repertório, Paula tem ido constantemente para o Rio de Janeiro e está têm testado diversos novos músicos.

 
 
Mais sobre Paula Lima:
 
Paula Lima: a Diva do Swing e do Balanço
 
Sempre que se ouve falar em Paula Lima a primeira coisa que nos vem à cabeça é a voz cheia de personalidade e belas nuances: marcante, aveludada, potente, feminina e charmosa que marcam presença junto com o balanço ímpar e envolvente que tem como tempero principal o samba, caminhando com naturalidade pela bossa, soul, jazz, MPB e rock. Tudo isso na figura apaixonante dessa mulher brasileira, bonita, exuberante, elegante e com um sorriso absolutamente cativante. Paula Lima tem a qualidade de estrela e pertence música popular brasileira e o palco, que sem dúvida é o seu lugar.
 
Desde o primeiro trabalho solo, “É Isso Aí”, de 2001, a faixa homônima ganhou destaque nas rádios, caiu no gosto do público e se tornou sua marca registrada. A repercussão foi tão positiva que rendeu à cantora uma indicação ao Prêmio Multishow, na categoria Revelação. A partir daí os álbuns que vieram a seguir deixaram claro que o talento de Paula é sólido, vibrante, concreto, real e, nos versos da composição de Jorge Benjor que falam “...no meu guarda-chuva não te levo mais...”, veio a consagração definitiva como Diva do Swing, Diva do BALANÇO!
 
Mas tudo isso é reflexo do aprendizado, seriedade e paixão pela música que a acompanham desde a infância. Aos 3 anos já acordava cantando, estudou piano erudito dos 7 aos 17 anos e, durante esse período de infância/adolescência, comandava a trilha sonora das festas da família. Não era difícil imaginar o caminho que ela seguiria, apesar de quase perdermos o talento singular de Paula para a promotoria, já que ela é formada em direito pela Universidade Mackenzie, mas foi quase...
 
Paula Lima integrou bandas como Unidade Móvel e Unidade Bop (ao lado de Will Robson e Eugenio Lima), Grêmio Recreativo Amigos do Samba-Rock, Funk e Soul (Skowa) – quando teve seu primeiro contato com o mestre Jorge Benjor, participando da gravação do álbum "23", nas faixas "Princesa" e "Engenho de Dentro" - Zomba e Funk Como Le Gusta. Essas experiências abriram as portas para que ela fosse convidada a caminhar pelos mais variados estilos com grandes personalidades do cenário musical brasileiro como Thaíde e DJ Hum, o próprio Jorge Benjor – que já a definiu como sua “Menina dos Olhos” – João Donato, Paulinho da Viola, Nando Reis, Rita Lee, Luiz Melodia, Velha Guarda da Mangueira, Daniela Mercury, Toquinho, Elza Soares, Marcelo D2, Fernanda Abreu , Zélia Duncan, Afroreggae, Milton Nascimento, Olodum, Zeca Pagodinho, D. Ivone Lara, Toni Garrido e seu grande parceiro, Seu Jorge, sendo que os 3 últimos participaram do belo registro em DVD SAMBACHIC.
 
SAMBACHIC, disco lançado em 2009, é resultado de um mix de toda sua carreira que começou com a idéia de levar aos palcos suas canções, somadas com as de grandes mestres do samba, com arranjos novos e contemporâneos. O sucesso foi imediato e deu origem ao primeiro registro audiovisual no formato de DVD, ambos pela gravadora IRecords/Warner Music Vision.
 
São quase duas horas de um espetáculo prazeroso, protagonizado e conceituado pela artista, com sua banda vibrante, evidenciando sua característica principal, que é a junção de vários ritmos e levadas dentro de um delicioso caldeirão musical.
 
No final de 2009, a primeira turnê no Japão rendeu dois shows em Tokyo com ingressos esgotados, feito repetido recentemente em Amsterdam, na badalada casa Bimhuis. Nas palavras da cantora “É apaixonante e desafiador cantar para um novo e inédito público. E é delirante, emocionante, sentir a reação deste ao se envolver com a música brasileira contemporânea”.
 
Em toda a sua carreira, Paula já fez as mais diversas coisas, incluindo interpretar a protagonista de “CATS”, o segundo musical mais visto do mundo, que trouxe diretores e parte da equipe da Broadway para a montagem brasileira.
Paralelo a tudo isso, a diva ainda achou tempo para desempenhar um papel oposto daquele que está acostumada, em outra super produção, só que dessa vez na TV: ela integrou a banca de jurados do programa “Ídolos”, dos criadores do “American Idol”, da Frementale em parceria com a Rede Record.
 
Paula Lima coleciona prêmios e indicações importantes do cenário musical como duas indicações ao Prêmio TIM de 2007 por melhor álbum de MPB, com “Sinceramente”, e melhor cantora, e o prêmio de melhor cantora no Troféu Raça Negra, além dos hits de sucesso, amigos e parceiros musicais e realizações que crescem a cada passo dado por ela. Já representou nosso país em 2005, na África do Sul, diante de personalidades políticas e grandes nomes da música, no Kora Awards, principal evento musical do continente africano e, em 2008 foi a única estrangeira a se apresentar no evento Belas Divas, a convite do presidente da Angola, onde cantou e encantou personalidades que mudaram o País.
 
Em 2010, outro motivo de comemoração foi estar na trilha da novela “Ribeirão do Tempo”, também da Record, com a música “Ela é a Tal”, presente dos compositores Zeca Baleiro e Lúcia Santos, que é tema da protagonista Arminda, personagem de Bianca Rinaldi.
 
Lançado no ano passado, seu último trabalho, “Outro Esquema”, inclui 14 faixas, que se dividem entre canções inéditas, remixes, parcerias com grandes amigos e momentos importantes extraídos de trabalhos anteriores. “Resolvi criar um outro esquema para mostrar novas músicas com texturas diferentes, mais urbanas, com novas cores e intensidades. Há brasilidade com boas pinceladas eletrônicas. Com isso, quis expor um lado meu diferente do explicitado até então, mas que sempre fez parte de mim”, explica Paula.
 
Além do último álbum, Paula também participou da edição brasileira do Rock in Rio 2011, no dia 29 de setembro, ao lado do consagrado produtor Africa Bambaataa, no mesmo dia que o mestre da soul music, Stevie Wonder. Esse ano, Paulta também marcou presença na edição em Lisboa ao lado de Boss AC, Zé Ricardo e Shout e, em maio, foi a representante brasileira no festival Jazz à Carthage, na Tunisia.
 
A cantora também tem participou de dois outros espetáculos importantes, Samba e Suor Brasileiro, da qual foi levado uma apresentação até Paris feito pela mesma, Cia de Balé Studio 3, com direção de José Possi Neto, onde ela atua ao lado de Alcione e Zizi Possi, e Mulheres do Brasil Cantam Chico Buarque com elenco na qual também fazem parte Daniela Mercury, Elba Ramalho, Roberta Sá e Margareth Menezes.
 
Sem dúvidas Paula é talhada para o sucesso, sabe o que quer, como quer e transmite sem medo nem pudor a felicidade em estar no palco, sua opção por cantar, por fazer e respirar música. E mais coisa vem pela frente, pois a diva prepara seu primeiro disco de samba. Agora só nos resta esperar para ver o resultado desse novo trabalho dessa artista multi talentosa.
 
Informações à Imprensa:
Daniela Ribeiro | Suelen Domingues
imprensa@agenciaprodutora.com.br - 11 2183-8383

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »