13/05/2022 às 17h16min - Atualizada em 14/05/2022 às 00h05min

Multinacionais investem em soluções sustentáveis para ganhar eficiência energética

Veolia, Braskem e Camil Alimentos destacam soluções para o setor industrial

SALA DA NOTÍCIA Roberta Lopes
Divulgação
Conscientização energética e boa administração de recursos foram os temas defendidos pelos especialistas que participaram ontem do webinar promovido pela Veolia. Conduzido por José Renato Bruzadin, Diretor de Desenvolvimento de Negócios Industriais e Serviços Energéticos na Veolia Brasil, o evento abordou a forma como a indústria utiliza energia e apresentou soluções abrangentes para a gestão de recursos. Os convidados discutiram medidas como a otimização de processos, troca de matriz e fontes, recuperação e circularidade, via, por exemplo, o aproveitamento de resíduos provenientes de processos produtivos.
 
Ao abrir o debate, José Renato Bruzadin destacou os principais desafios da indústria, entre os quais, a gestão otimizada de recursos energéticos, como água e matéria prima, cujas opções estão cada vez mais restritas. “É preciso encontrar soluções que promovam a melhoria ao acesso desses recursos, assim como a sua preservação e renovação”, afirmou. O executivo também chamou a atenção para os projetos de eficiência energética, desenvolvidas pela Veolia, como a produção de energia-verde para a diversificação e descarbonização de matrizes, a operação eficiente com aproveitamentos (com cogeração, por exemplo) e controle de desperdício, além de ferramentas de controle e monitoramento.
  
Robson Casali, Gerente de Desenvolvimento de Negócios de Energia da Braskem explicou  a importância da combinação de soluções para atender diferentes locais. “Essa complementaridade é muito importante, pois nem sempre a solução adotada em determinado lugar poderá ser replicada no outro. Há processos em que a eletrificação é puxada a partir de energia renovável, enquanto em outros requer o calor de uma chama, um combustível disponível, daí o biometano pode entrar como alternativa”, avalia.
 
Em seguida foi a vez de Renato Accessor, Diretor Executivo de Operações da Camil Alimentos, que possui 92% da energia utilizada proveniente de fontes renováveis, como eólica e solar.  Atualmente a empresa  vem trabalhando para se tornar autossustentável, com ações direcionadas a maximização de valorização energética  de resíduos na geração de energia limpa em suas plantas. Para isso, está implantando um projeto em parceria com a Veolia para a construção, operação e manutenção de uma usina de cogeração no interior do Rio Grande do Sul. “Vamos contribuir com a economia circular, destinando parte do volume da nossa produção para as nossas caldeiras. Com esse novo projeto, a Camil pretende se tornar autossustentável."
 
Outro ponto abordado pelo Diretor foi o desenvolvimento de uma nova modelagem para a redução de consumo energético, que inclui a otimização de processos, geração térmica e a maximização de ganhos por meio de energia renováveis. Como resultado, está a melhora na pegada de carbono e a redução de encargos tributários.
 
Ao final do webinar, os convidados ressaltaram que as indústrias têm o desafio de atender a temática ambiental e as metas ESG sem impactar no custo da produção. Robson Casali, da Braskem, deu como exemplo a implementação do projeto de energia renovável em parceria com a Veolia, com o uso de vapor a partir de biomassa de eucalipto. “A solução técnica escolhida trouxe um ganho de eficiência muito relevante, que viabilizou a implementação do projeto”.
 
Logo depois os convidados responderam às perguntas dos participantes sobre temas referentes ao setor industrial, como melhor utilização de energia elétrica, aumento da capacidade produtiva a partir de iniciativas sustentáveis, economia circular, entre outros. A gravação está disponível no canal da Veolia no Youtube (Para acessar clique AQUI)  
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »