25/05/2015 às 11h47min - Atualizada em 25/05/2015 às 13h56min

Fluke Networks anuncia nova estratégia alinhada ao conceito “Empresa Sem Fronteiras”

Companhia alinha seu portfólio de produtos para proporcionar maior visibilidade e análise da causa raiz de problemas das redes corporativas tradicionais e do desempenho de aplicativos em nuvem

EPR Comunicação Corporativa
Marcos Corrêa

Em resposta às mudanças fundamentais na maneira como as empresas estruturam suas redes de TI e data centers, a Fluke Networks acaba de anunciar uma estratégia global para alinhar seu portfólio de produtos em torno das necessidades da "Empresa Sem Fronteiras" - qualquer organização cujos usuários finais confiam no fluxo desobstruído da informação digital para conduzir o seu negócio. A estratégia de produto da Fluke Networks se concentra em colocar as organizações de volta ao controle total do desempenho de seu ambiente de TI, independentemente se os serviços estão sendo executados em um local ou na nuvem, com um portfólio de ferramentas poderosas e fáceis de usar. Com o lançamento em paralelo do TruView Live, uma nova oferta de software como serviço - SaaS, a Fluke Networks está ampliando o nível empresarial, as atividades da rede em tempo real e monitoramento de performance, para cobrir também as aplicações em nuvem.

"Tradicionalmente, os departamentos de TI têm focado em tecnologia, prestação de serviços e estabilidade, enquanto os líderes de negócio estão ansiosos para adotar soluções que permitam rápida vantagem competitiva e mais clientes. Estas perspectivas diferentes às vezes podem criar uma tensão entre a equipe TI e os líderes empresariais, mas todos concordam que a má experiência do usuário tem um custo, seja na perda de relacionamentos com clientes, diminuição das receitas ou redução da produtividade dos funcionários", diz Arif Kareem, Presidente da Fluke Networks. "A TI tradicional chegou a um ponto de inflexão na qual equilibrar tecnologia e resultados de negócio é fundamental. Com a crescente influência das unidades de negócios selecionando e trazendo serviços baseados em nuvem para a empresa, os líderes de TI precisam atuar não só como parceiros de negócios, mas também garantir qualidade de serviço para todas as aplicações. Ao tomar a responsabilidade para otimizar a experiência do usuário, a área de TI pode demonstrar um importante benefício aos negócios", complementa Kareem.

Ferramentas para soluções pontuais não trabalham na Empresa sem Fronteiras

Muitos departamentos de TI dependem de múltiplas ferramentas de solução pontual para monitorar e solucionar os problemas de aplicação e desempenho de rede. No entanto, estas não têm a visão holística necessária para mensurar a experiência do usuário final, uma métrica de performance que líderes de negócios e de TI possam entender e adotar. Ao monitorar o tempo de resposta real vivido por usuários finais, a área de TI pode alinhar seus objetivos com os da empresa e demonstrar o seu valor.

A falta de uma visão holística também inibe a capacidade da área de TI de identificar e resolver problemas, por vezes necessitando de dias ou semanas para identificar a causa raiz de um problema. A empresa de análise Forrester informou recentemente que 31% dos problemas de desempenho da rede corporativa demoram mais de um mês para serem resolvidos.

Resultados de desempenho da rede degradados têm risco significativo, de acordo com uma pesquisa realizada recentemente pela Enterprise Management Associates. Os resultados da pesquisa indicam que a maioria das empresas tem experimentado um baixo desempenho das aplicações, pelo menos, de forma ocasional. As consequências da baixa performance dos aplicativos citados pelos entrevistados incluiu impacto na receita (67%), redução da produtividade do usuário (77%) e experiência negativa do cliente (79%).

O relatório também destaca como a área de TI se esforça para abordar questões de desempenho de aplicativos em nuvem.

- 29% dos entrevistados disseram que tinham pouca visibilidade no desempenho da rede

- 21% disseram que tinham pouca visibilidade do desempenho das aplicações

- 41% relataram dificuldade e problemas de desempenho com o troubleshooting uma vez que eles estavam cientes dos problemas.

A estratégia Empresa Sem Fronteiras auxilia os líderes de TI a demonstrar o valor do negócio

A suíte de produtos da Fluke Networks que ajuda a área de TI a identificar problemas de desempenho e experiência do usuário por meio de uma ampla gama de dispositivos, aplicações, locais e provedores de nuvem, inclui:

Visual TruView – uma solução unificada de monitoração e desempenho de rede e aplicativos que ajuda a área de TI a identificar e resolver rapidamente problemas em todo cliente, rede, serviços e aplicações por meio da incorporação de cinco ferramentas em uma.

OptiView XG - um robusto tablet portátil para engenheiros de rede, que combina análise de redes com e sem fio para solucionar problemas e avaliar a qualidade da rede para implementações VoIP / Video / UC.

Assistente de Rede OneTouch AT - um testador portátil automatizado para técnicos de rede que resolve problemas de data centers de 10-Gigabit e valida a conectividade, a disponibilidade do serviço e o caminho de desempenho.

AirMagnet – Uma abrangente suíte de produtos que adiciona projeto de rede sem fio, análise e segurança, incluindo a prevenção de intrusão, avaliação da saúde da rede sem fio e solução de problemas remota.

A Fluke Networks irá adicionar melhorias nos produtos para atender outras necessidades das Empresas Sem Fronteiras, incluindo VOIP hospedado, a experiência do usuário móvel e recursos de segurança, aprimorados ainda este ano.

A Empresa sem Fronteiras

As organizações de TI lidam cada vez mais com um efetivo gerenciamento de rede e aplicativos, devido a diversas tendências que diminuem a sua visibilidade e controle sobre a infraestrutura de entrega de aplicativos de sua empresa, especialmente se inclui tanto os serviços on-premise como na nuvem. A computação em nuvem (especialmente SaaS), BYOD, usuários móveis, comunicações unificadas e os chamados shadow IT na empresa adicionam complexidade para o gerenciamento de rede e aplicativos. A Fluke Networks desenvolveu sua estratégia de Empresa Sem Fronteiras para mitigar o impacto negativo e equipar os líderes de TI com a visão necessária.

Toda empresa é uma empresa Digital

Os desafios da Empresa Sem Fronteiras vêm em um momento em que as empresas estão mais dependentes do que nunca de tecnologias digitais inovadoras para alcançar seus objetivos de negócio, quer essas tecnologias residam dentro ou fora das fronteiras corporativas. Uma recente pesquisa da empresa independente de análise IDC aponta que os CEOs esperam que seus CIOs conduzam uma transformação digital significativa dentro da empresa, ao mesmo tempo em que mantenham a tradicional infraestrutura de TI.

Ao mesmo tempo, os usuários finais têm expectativas mais altas. Eles exigem um desempenho responsivo do aplicativo, independentemente se as aplicações residem na nuvem ou on premise, sejam eles funcionários que trabalham no escritório ou remotamente, ou clientes que usam dispositivos pessoais ou empresariais. Na organização de TI tipicamente fragmentada de hoje, a responsabilidade e a apropriação para a experiência do usuário não é clara. A equipe técnica e os proprietários de aplicativos de negócios podem ser capazes de ajudar com treinamento, solução de problemas de aplicativos ou dicas de dispositivos, mas geralmente não são responsabilizados pelos aplicativos de negócios em nuvem e não tem uma visão que lhes permita encontrar e resolver o desempenho dos problemas.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »