20/05/2015 às 23h31min - Atualizada em 20/05/2015 às 23h31min

Workshop sobre saúde mental destaca os benefícios da contação de histórias no tratamento de crianças e adolescentes

Iniciativa do IPqHCFMUSP e da Associação Viva e Deixe Viver, o evento contará com profissionais de diversas áreas, em programação de palestras e mini cursos.

Oficina da Palavra

Pelo oitavo ano consecutivo, o Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo – IPqHCFMUSP e a Associação Viva e Deixe Viver, com o apoio do Ministério da Cultura e do Instituto Helena Florisbal,  promovem o workshop “A descoberta do brincar e contar histórias na saúde mental”. O evento, que tem por objetivo incentivar a prática de atividades lúdicas no tratamento de pacientes com doenças mentais, acontecerá nos dias 29 e 30 de maio, no IPq, em São Paulo.

Nesta edição, o Workshop contará com uma programação de palestras e mini cursos relacionados à arte do brincar, além de uma exposição interativa do Jogo Eu Conto!, de 15 a 30 de maio, no hall de entrada do IPq, que reunirá histórias criadas pelos visitantes, a partir das cartas que integram a brincadeira.

A palestra de abertura será sobre “A Promoção do Brincar e da Contação de Histórias na Saúde Mental”, a cargo dos médicos psiquiatras Enio Roberto de Andrade e Marisol Montero Sendin e Valdir Cimino, fundador do Viva. Entre os palestrantes, figuram, ainda, a médica psiquiatra Sandra Scivoleto, a psicóloga clinica, especializada em Biblioterapia, Cristiana Seixas, e a advogada Nathalia Mazzonetto.

“A cada ano, procuramos incorporar novos temas a este debate, que tem contribuído para o aperfeiçoamento dos profissionais que lidam com este tipo de público, carente de cuidados tão especiais. É por meio desta salutar troca de experiências que estamos conseguindo modificar para melhor o cenário do tratamento de crianças e adolescentes com estado emocional alterado em função de uma patologia, em outras instituições brasileiras”, afirma Cimino. Caberá a ele também a palestra sobre o Diário do Contador de História, além da oficina Com uma História na Cabeça, em parceria com Violeta Dib.

Por sua vez, o diretor executivo do Instituto Helena Florisbal, Octavio Florisbal, elogia a iniciativa, considerando-a “um projeto de grande importância para os profissionais que atuam no desenvolvimento socioeducativo e cultural de crianças e adolescentes com transtornos mentais” Ele complementa: “O Instituto Helena Florisbal sente-se privilegiado em apoiar esse workshop que está na sua oitava edição e contribui na difusão de atitudes voltadas para a humanização da saúde no país.”

A programação contará também com mini cursos sobre os benefícios da contação de história no desenvolvimento infantil e a utilização de cães no tratamento, e roda conversa abordando o tempo de brincar.

SERVIÇO

VIII Workshop “A descoberta do brincar e o contar histórias na Saúde Mental”

Datas: 29 e 30 de maio de 2015 (sexta-feira e sábado)
Horário: das 8h30 às 17h30
Local: Anfiteatro do Instituto de Psiquiatria - Hospital das Clínicas (IPqHCFMUSP)
Rua Dr. Ovídio Pires de Campos 785 - São Paulo – SP

Ingresso solidário: um livro novo ou uma caixa de lápis de cor

Nº de vagas: 200
Inscrições no site: www.vivaedeixeviver.org.br

Informações: (11) 3081-6343

Programação

  • Dia 29 de maio – Sexta-feira
  • Palestra Abertura: A Promoção do Brincar e da Contação de Histórias na Saúde Mental, com o Dr. Enio Roberto de Andrade, Valdir Cimino e Dra. Marisol Montero Sendin.
  • Palestra: Os Benefícios do Lúdico na Psiquiatria da Infância e da Adolescência, com a Prof. Dra. Sandra Scivoleto
  • Roda Conversa: Tempo de Brincar: O Tempo da Criança e do Adolescente
  • Palestra: Diário do Contador de Histórias – Evidências do Bem Estar entre Paciente e Família, Narrador e Profissionais de Saúde: Valdir Cimino
  • Mini curso: A Interação Homem- Cão-Criança: O Brincar Naturalmente Terapêutico – Mediado pela cadela Zoah – Vinícius F. Ribeiro, Andrea Petenucci e Márcia Amino
  • Dia 30 de maio - Sábado
  • Palestra: Biblioterapia – A Descoberta da Força das Palavras que Cuidam, com Cristiana Seixas
  • Mini curso: O Brincar e a Narração de Histórias e o Desenvolvimento Infantil (Promoção dos Manuais PDF), com a Dra. Marisol Montero Sendin
  • Palestra: O Lúdico Criativo na Mediação de Conflito na Infância e na Adolescência, com Nathalia Mazzonetto
  • Oficina: Com uma História na Cabeça, com Valdir Cimino e Violeta Dib

Sobre o Hospital das Clínicas - Inaugurado em 19 de abril de 1944, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP - HCFMUSP é uma autarquia estadual vinculada à Secretaria de Estado da Saúde associada à Faculdade de Medicina da USP para o ensino, pesquisa e prestação de ações e serviços de saúde de alta complexidade destinados à comunidade. Tem como missão ser uma instituição de excelência reconhecida nacional e internacionalmente em ensino, pesquisa e atenção à saúde. Comitê HumanizaHC-FMUSP é formado por representantes dos Institutos e Hospitais, e tem o objetivo de disseminar a cultura da humanização e auxiliar no desenvolvimento de boas práticas de atenção e gestão da área da saúde.

Sobre a Associação Viva e Deixe Viver - www.vivaedeixeviver.org.br - Fundada em 1997, pelo paulistano Valdir Cimino, a Associação Viva e Deixe Viver é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) que conta com o apoio de voluntários que se dedicam a contar histórias para crianças e adolescentes hospitalizados, visando transformar a internação hospitalar num momento mais alegre, agradável e terapêutico, além de contribuir para a humanização da saúde, causa da entidade. Hoje, além dos 1.131 fazedores e contadores de histórias voluntários, que visitam regularmente 82 hospitais em todo o Brasil, a Associação conta com o apoio das empresas Mahle Metal Leve, Pfizer, Mattos Filho Veiga Filho Marrey Jr. e Quiroga Advogados, Pernambucanas e Volvo.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »