20/05/2015 às 13h20min - Atualizada em 27/05/2015 às 12h07min

Mobilização precoce do paciente pode reduzir tempo de internação na UTI

Tema será abordado por pesquisadores em evento internacional

Plano A - Comunicação e Eventos

Um dos assuntos que recentemente tem sido muito debatido e estudado na área de terapia intensiva é o benefício que a mobilização precoce traz ao paciente grave, como isso reduz o tempo de internação na UTI e, desta maneira, também os custos hospitalares.

Antigamente, acreditava-se que o repouso era necessário e benéfico para a recuperação dos pacientes nas unidades de terapia intensiva. Entretanto, hoje em dia, sabe-se que a imobilidade pode influenciar doenças críticas e ocasionar outras alterações sistêmicas associadas como doença tromboembólica, atelectasias, úlceras de pressão, contraturas etc.

“A realização de mobilização precoce em pacientes graves na UTI resulta em melhora da força muscular, funcionalidade, capacidade de exercício e na qualidade de vida. O importante é saber que quanto antes conseguir mobilizar o paciente grave, melhor serão os desfechos”, explicou a Dra. Raquel Afonso Caserta Eid, coordenadora de Fisioterapia do Departamento de Pacientes Graves do Hospital Israelita Albert Einstein.

A fisioterapeuta explicou que essa terapia também reduz os dias de delirium (estado confusional agudo) quando comparado ao tratamento convencional, “reduz o tempo de ventilação mecânica e o de internação em UTI e hospitalar”.

O tema será um dos assuntos debatidos no ISICEM – LA (International Symposium on Intensive Care and Emergency Medicine for Latin America): capítulo latino-americano do tradicional evento anual realizado em Bruxelas – considerado o melhor simpósio de terapia intensiva do mundo. A sua oitava edição acontecerá de 17 a 20 de junho, no Hotel Transamérica, em São Paulo.

Resultado da parceria entre o professor belga Jean-Louis Vincent e o professor brasileiro Dr. Elias Knobel, o evento segue as mesmas características do ISICEM ocorrido na Bélgica. Por isso, conta com a presença de palestrantes de reconhecida produção científica e publicação dos pôsteres na revista Critical Care, importante publicação internacional sobre terapia intensiva. Sendo assim, um grande estímulo para os pesquisadores latino-americanos. A discussão nos diversos fóruns desenvolvidos durante o evento é enriquecida pela participação de cerca de 1.200 congressistas, muitos dos quais coordenadores das diferentes unidades de terapia intensiva em nosso país.

 

Serviço

 

8th International Symposium on Intensive Care and Emergency Medicine for Latin America (ISICEM-LA)

Data: 17 a 20 de junho de 2015

Local: Hotel Transamérica (Av. das Nações Unidas, 18.591)

Informações e inscrições: www.einstein.br/isicem2015


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »