14/04/2022 às 20h19min - Atualizada em 18/04/2022 às 14h14min

Cidade de São Paulo registra emissão de 15% da meta de CO2 para 2022 no primeiro trimestre

No mesmo período do ano passado, foram registrados 15,5%. Dados são do Trancity, ferramenta de monitoramento do transporte público para gestão, planejamento e operação do sistema

SALA DA NOTÍCIA green4T
https://www.green4t.com/
FreePik
Seguindo o previsto na Lei Municipal nº 14.933/09, que determina a redução progressiva das emissões dos gases de efeito estufa e de material particulado, o transporte público da capital paulista registrou no primeiro trimestre de 2022, o total de 15% do volume de CO² máximo a ser emitido durante o ano. Vale destacar que, no mesmo período, referente ao ano passado, São Paulo registrou 15,5% do volume indicado. É o que revela análise do Trancity, ferramenta de monitoramento do transporte público para gestão, planejamento e operação do sistema de transporte das cidades, criado pela brasileira Scipopulis, empresa da green4T, em parceria com o IEMA (Instituto de Energia e Meio Ambiente). 
 

Com uma frota circulante de quase 12.500 ônibus na cidade, São Paulo atingiu um acumulado de 98,9 kt de emissão de CO², o que sinaliza estar alinhada à meta do IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas).
 

Outro dado destacado pelo Trancity, refere-se à emissão de NOx (Óxido de nitrogênio – gás poluente de origem da queima de combustíveis), com o total de 19% do limite para este ano, o que corresponde a 1,10 kt de NOx. 
Nossa plataforma gera dados de transporte com cálculo em tempo real das emissões que os ônibus estão gerando na cidade, para verificar se essas metas de redução estão sendo cumpridas ao longo do tempo”, destaca Roberto Speicys, cofundador e CEO do Scipopulis.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »