11/05/2015 às 10h49min - Atualizada em 11/05/2015 às 10h49min

Presidente da ClickSoftware para Américas apresenta visão inovadora de como prosperar em um cenário econômico recessivo

Stephen Timms foi keynote speaker em evento para clientes no último dia 6, abordando o futuro dos serviços em campo e de atendimento ao cliente. A AL tornou-se uma região estratégica para a companhia e deve crescer de 25% a 30% até o fim de 2015. Em média, as soluções da ClickSoftware geram um ganho de produtividade de 17% e proporcionam uma economia de US$ 8,5 milhões por ano e US$ 42 milhões em cinco anos

EPR Comunicação Corporativa

Em visita ao Brasil esta semana, Stephen Timms, Presidente para Américas da ClickSoftware Technologies Ltda., líder no fornecimento de soluções para a gestão automatizada e otimização da força de trabalho e serviços em campo, afirmou durante sua apresentação em um evento voltado aos clientes: “Para as empresas brasileiras, o  cenário econômico recessivo representa uma ameaça às conquistas realizadas nos últimos anos, mas também pode significar uma oportunidade única”.

O executivo mostrou sua visão de como as empresas brasileiras podem aumentar a produtividade e a lucratividade de suas operações, além de abordar o que imagina ser o futuro dos serviços em campo e de atendimento ao cliente. “O Brasil já está maduro para adotar soluções de WorkForce Management. Tendo em vista a crise econômica em que o país se encontra e o impacto da baixa produtividade no lucro das empresas, tecnologias como as  da ClickSoftware podem ajudar, e muito, as companhias prestadoras de serviço a conquistarem ganhos reais em lucratividade”, enfatiza.

De acordo com Timms, uma empresa de médio porte que possui mil funcionários em campo, um custo médio de US$ 50 milhões com funcionários por ano, e um desempenho operacional em campo total de 20 mil tarefas concluídas por semana, por exemplo, conseguiria com a tecnologia  ClickSoftware  realizar mais uma tarefa extra por dia, por funcionário. O que representaria um ganho de 5% a mais de tarefas por semana.

Em média, as soluções da companhia geram um ganho de produtividade de 17% e proporcionam uma economia de US$ 8,5 milhões por ano e US$ 42 milhões em cinco anos. Além disso, há outras vantagens, como a economia de 10% em combustível e cerca de 70 km por semana. “A solução de WorkForce Management da ClickSoftware também reduz custos considerados menores, como telefone, horas extras, programadores, entre outros, consolidando os centros operacionais de expedição, o que afeta e muito a satisfação do cliente”, explica Timms.

A ClickSoftware, presente no país há cerca de dois anos, realizou grandes investimentos na América Latina. A região tornou-se um polo estratégico de crescimento e deve ter um aumento de receita da ordem de  25% a 30%  até o fim de 2015, segundo Timms. Todas as operações da ClickSoftware para a América Latina são geridas na sede da companhia, localizada em São Paulo.

O executivo também falou sobre o importante comunicado do último dia 30, da ClickSoftware ter assinado um acordo definitivo para ser adquirida pelo fundo de investimento Francisco Partners Management, em uma transação avaliada em aproximadamente US$ 438 milhões e que deve ser concluída em julho deste ano.  De acordo com Timms, a aquisição da companhia afetará o Brasil positivamente. “A Francisco Partners possui 17 empresas especializadas em cloud e grande expertise na área de tecnologia. Agora, teremos ainda mais recursos para investir no desenvolvimento de nossos projetos e soluções”, esclarece.

Os principais produtos da companhia são o ClickMobile, solução de gerenciamento de força de trabalho móvel, e  o ClickSchedule, solução inteligente que gera agendamentos otimizados para tarefas, recursos e locais, simultaneamente. Além disso, a ClickSoftware também já incorporou a tecnologia Wearable em seus produtos. Por meio da integração com dispositivos como Apple Smart Watch, Sansung Gear e Google Glass, o software da ClickSoftware auxilia os técnicos em campo a solucionar problemas com maior agilidade, reduzindo custos.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »