06/05/2015 às 12h28min - Atualizada em 06/05/2015 às 12h31min

Projeto do Mackenzie apadrinha jovens sem perspectiva de voltar para casa

Rodrigo Freitas
Divulgação

Conforme dados da ONU, cerca de 150 milhões de crianças vivem nas ruas. A maioria dessas crianças e jovens está em um estado precário e calamitoso. Sabendo da sua responsabilidade ética e moral, e preocupado com a situação, o curso de Psicologia da UPM desenvolveu um “Projeto de Apadrinhamento Afetivo”.

O projeto desenvolvido pelo Laboratório de Estudos da Violência e Vulnerabilidade Social (LEVV) do curso de Psicologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie – UPM, que faz parte das ações do Mackenzie Voluntário, visa proporcionar aos adolescentes em situação de acolhimento institucional (indivíduos com vínculos familiares rompidos ou fragilizados, que estejam alocados em intuições protetoras) o restabelecimento da vivência comunitária e familiar. A ação tem o intuito de contribuir para a formação de vínculos afetivos com membros de fora das instituições, de maneira que recebam cuidados e atenção individualizada.

O projeto enxerga através da relação padrinho-afilhado a possibilidade de trocas contínuas, em que os dois compartilham momentos e vivências. Por meio dessa relação o afilhado vincula-se com uma figura externa que se preocupa e acompanha seu desenvolvimento.

O público-alvo da proposta são jovens em situação de acolhimento institucional, com idade entre 12 e 17 anos e 11 meses, que estejam institucionalizados há mais de dois anos sem perspectiva de retorno ao convívio familiar.

Para se tornar um padrinho os interessados devem possuir idade superior a 21 anos, participar assiduamente ao grupo de preparação, possuir disponibilidade afetiva, mostrando-se motivado a contribuir de forma positiva para o desenvolvimento dos jovens, além de possuir disponibilidade de no mínimo 2 horas por semana, durante 1 ano, a fim de realizar visitas autorizadas e agendadas antecipadamente junto à equipe técnica do Serviço de Acolhimento Institucional de Crianças e Adolescentes (SAICA).

Os candidatos interessados que atendam aos requisitos, devem fazer um cadastramento no link: http://levvmackenzie.wix.com/levv#!sobre-1/cq4j.

A fim de mostrar a importância do projeto, na próxima quarta-feira (06), às 19h30, o Mackenzie realizará uma palestra gratuita, aberta ao público na Rua Piauí, 181, 1º andar – São Paulo. Para participar o interessado deve enviar um e-mail para o endereço: apadrinhamentoafetivolevv@gmail.com.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »