04/05/2015 às 12h12min - Atualizada em 04/05/2015 às 12h12min

Microsoft recebe o Global Randstad Award 2015 e se torna a empregadora mais atrativa do mundo

Marília Galego Pontes

A Microsoft recebeu, no dia 23 de abril, o Global Randstad Award de 2015, tornando-se a empregadora mais atrativa do mundo. 67,8% dos entrevistados na pesquisa do Prêmio indicaram que gostariam de trabalhar na Microsoft. O segundo lugar na edição de 2015 ficou com a Sony e o terceiro com a Samsung. O setor de TI é o mais popular entre pessoas que procuram emprego, tanto entre homens (69%) quanto entre mulheres (70%).

O CEO da Randstad, Jacques van den Broek, comenta: “Parabéns à Microsoft. Pela primeira vez, nos 15 anos do Global Randstad Award, o vencedor ficou em 1º lugar em todas as categorias de motivação das pessoas que procuram emprego! Isso é bem impressionante, considerando a concorrência árdua entre os empregadores na busca e contratação de talentos, principalmente de profissionais de TI”, enfatiza.

No discurso da cerimônia de premiação, Stijn Nauwelaerts, gerente geral de recursos humanos da Microsoft International, disse: “Na Microsoft, buscamos incentivar cada pessoa e cada organização do mundo a conseguir mais. Essa é uma importante missão, já que avançaremos apenas se nossos funcionários estiverem dispostos a fazerem seu melhor trabalho. Temos esse compromisso – tanto com nossos funcionários quanto com nossos milhões de clientes em todo o mundo – e o mantemos de forma muito séria. Ficamos muito felizes em ver a Microsoft reconhecida como o melhor lugar para homens e mulheres trabalharem”, afirma.

 

Fatores de motivação

Em todo o mundo, os fatores de motivação mais importantes, segundo os entrevistados, são: salário e benefícios a funcionários, estabilidade de longo prazo e uma atmosfera de trabalho agradável. Contudo, os empregadores não são reconhecidos por esses fatores – os 3 fatores mais importantes atribuídos a eles foram saúde financeira, forte gerência e bom treinamento.

 

Ficar ou sair?

A pesquisa do Global Randstad Award revela que o principal motivo para os funcionários saírem de seus empregos é um plano de carreira limitado. As pessoas que estão pensando em deixar seus empregos nos próximos 12 meses o fazem principalmente por insatisfação com a remuneração. Contudo, o motivo mais mencionado para ficar foi o bom equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

 

Sobre a pesquisa do Global Randstad Award

O Global Randstad Award é a maior pesquisa independente de empregadores do mundo, identificando os empregadores mais atrativos dentre milhares de empresas. A pesquisa coleta as opiniões de mais de 225.000 entrevistados (público geral, com idade de 18-65 anos) em 23 países. Este ano marca o 15º aniversário do Global Randstad Award.

 

O Global Randstad Award apresenta ideias detalhadas das percepções e fatores de motivação de possíveis funcionários. Por que as pessoas preferem uma empresa ou setor específico em vez de outra? O que as motiva a ficarem com um empregador ou começarem a buscar novos desafios?

As 150 maiores empresas de cada um dos 23 países incluídos na pesquisa disputam os prêmios Randstad locais. O vencedor do Global Randstad Award é eleito a partir de uma lista das 50 maiores empresas globais com base em um conjunto de critérios objetivos:

• maior quantidade de funcionários;

• empresas privadas/com fins lucrativos (organizações do setor público são excluídas);

• atuação em no mínimo 25 países;

• mesma razão social em todos os países;

• no mínimo 30% dos funcionários fora do país de origem.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »