19/07/2012 às 16h05min - Atualizada em 19/07/2012 às 16h05min

Fila por creche no extremo da Zona Sul é absurda

Vereadora Juliana Cardoso (PT): “direito assegurado no Estatuto não acontece na cidade”

Assessoria de Imprensa Vereadora Juliana Cardoso

A fila de crianças à procura de vagas em creches nos distritos do extremo da Zona Sul cresceu 21% no primeiro semestre deste ano. Dados atualizados da Secretaria Municipal de Educação mostram que dos dez distritos com os maiores índices da cidade, os seis primeiros são da periferia da Zona Sul. No começo do ano havia 34.451 crianças sem creches nessas localidades e agora são 43.605 alunos esperando vagas.

O distrito do Grajaú continua na liderança geral da demanda. Lá, há hoje 7.667 crianças cadastradas esperando por vaga.  A fila de espera registra ainda na sequência o Capão Redondo (7.109), Jardim Ângela (7.090), Cidade Ademar (6.089), Campo Limpo (6.070) e Jardim São Luís (5.685). Além disso, Cidade Dutra suplantou o Jaguaré e agora é o décimo colocado no ranking geral com 3.895 alunos fora das creches .   

Neste intervalo, em toda cidade de São Paulo, a fila aumentou em média 33%, com acréscimo de mais 47.470 crianças esperando ser atendidas. No cadastro são 145.221 alunos até 3 anos fora das creches. Em dezembro do ano passado a fila era de 97.751 crianças. Nos últimos quatro anos, a demanda quase triplicou. Em dezembro de 2008, a fila registrava 57.607 crianças.  

DIREITO ASSEGURADO – O tamanho da fila tem aumentado significativamente nos últimos quatro anos, oscilando conforme o período do ano. O ritmo de criação de vagas em creches da Prefeitura, tanto nas unidades com administração direta ou nas conveniadas, não está acompanhando a demanda em toda a cidade.

Em 2008, após o prefeito Gilberto Kassab prometer durante a campanha eleitoral zerar a fila, havia 57.607 alunos buscando vagas. Hoje, para cumprir a promessa e acabar com a demanda até o fim de sua gestão, teriam de ser implantadas 1.210 novas creches com capacidade de atendimento de 120 em cada unidade.   

Para a vereadora Juliana Cardoso (PT) a falta de vagas mostra o descaso da atual gestão com problema que afeta mães e, principalmente, as crianças. “Pelo Estatuto da Criança e Adolescente [ECA] todas as crianças deveriam ter o direito assegurado à educação, mas não é o que acontece na cidade”, comenta. “Existem mães que são obrigadas a pagar pessoas para cuidar de seus filhos, mas muitas outras não reúnem condições para isso e perdem oportunidades de emprego”.

                                                MAIORES DEMANDAS DA CIDADE

DISTRITO

JUNHO 2012

MARÇO 2012

DEZEMBRO 2008

Grajaú

7.667

5.999

3.533

Capão Redondo

7.109

5.853

2.575

Jardim Ângela

7.090

5.428

2.635

Cidade Ademar

6.089

4.808

2.017

Campo Limpo

6.070

4.982

2.044

Jardim São Luís

5.685

4.451

2.480

Sapopemba

4.699

3.650

1.307

Brasilândia

4.295

3.272

2.002

Itaim Paulista

3.944

3.140

1.529

Cidade Dutra

3.895

3.014

1.651

Fonte: Secretaria Municipal da Educação


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »