26/01/2022 às 16h20min - Atualizada em 26/01/2022 às 21h54min

Projeto que promove empoderamento digital em escolas públicas forma 174 professores em primeiro ciclo

Iniciativa desenvolvida em parceria pela ONG Recode e pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, já tem 187 escolas habilitadas no RJ

SALA DA NOTÍCIA Leticia Leal
São Paulo, 26 de janeiro de 2022 - A professora Lívia Lisboa Cabral, do CIEP M. Maestro Villa-Lobos, encontrou um jeito nada trivial para falar com os alunos do terceiro ano do ensino fundamental sobre medidas de capacidade (litro e mililitro). Utilizando a gamificação como metodologia ativa e o Jamboard como ferramenta digital, promoveu uma atividade de caça ao tesouro baseada em um jogo coletivo de tabuleiro para ser disputado à distância. A solução tecnológica para potencializar o ensino e incutir conceitos de empoderamento digital no dia a dia de escolas públicas é uma das realizações do programa social “Janelas para o Amanhã”, organizado pela ONG Recode em parceria com a Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental. Lançada no ano passado, a iniciativa habilitou 187 escolas no Rio de Janeiro e formou 174 professores no ciclo de metodologias ativas e ferramentas digitais, entre outubro e novembro. 
“Penso que a proposta de aprender fazendo desperta o interesse dos nossos alunos e os coloca também como protagonistas do processo de aprendizagem. Eles ficam entusiasmados e se sentem desafiados”, disse um docente sobre a formação. “O curso está melhorando muito minha prática em sala de aula”, avaliou outro - as respostas foram anônimas.

“Janelas para o Amanhã” é um projeto que se estende até 2023 e nasceu de uma proposta de reciclagem digital. Com a renovação dos computadores de um dos parques da Petrobras, quase dez mil equipamentos foram substituídos (número que considera desktops, notebooks e periféricos). A empresa resolveu destinar esses itens a escolas públicas, e para isso criou uma iniciativa em parceria com a Recode, especializada em empoderamento digital, a fim de complementar a entrega física. 
Em outubro, foram realizados encontros de acolhimento com professores do ensino fundamental e alunos do ensino médio em todo o Rio de Janeiro. No caso do ensino fundamental, o treinamento semanal foi focado na incorporação da tecnologia na prática pedagógica; no ensino médio, a proposta foi desenvolver trilhas formativas e incentivar os alunos a usar a tecnologia para algo transformador com foco na inserção no mercado de trabalho. 
“O ‘Janelas para o Amanhã’ é um projeto muito especial para nós por diversas razões. Trata-se de uma iniciativa que une participação de uma empresa gigantesca, como a Petrobras, com um propósito muito potente de democratizar o acesso à tecnologia e apresentar possibilidades de construir mudanças significativas na vida das pessoas. Acreditamos muito no empoderamento digital como um caminho para a transformação”, diz Rodrigo Baggio, fundador e CEO da Recode. 
Além do curso, o grande diferencial para os jovens é o acompanhamento de educadores sociais, que promovem encontros socioeducativos, e um gestor de comunidades, que facilita processos interativos junto às comunidades escolares. 
Na média, os professores deram nota 9,4 para os encontros da formação e tiveram um ganho de 58,9% em relação ao que compreendiam sobre metodologias ativas, ferramentas digitais e competências socioemocionais abordadas. Na autoavaliação, a nota nesses aspectos subiu de 5,36 antes do curso para 8,52 após a formação. 
Até 2023, serão mais de nove mil computadores doados, com 2,2 mil alunos e 2 mil professores formados em 39 municípios dos três estados (Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo), ampliando o acesso digital para cerca de 50 mil estudantes dos ensinos fundamental e médio. Conheça mais sobre o projeto acessando o edital no site https://petrobr.as/janelas-amanha-sp
Sobre a Recode 
Fundada há 26 anos pelo empreendedor social Rodrigo Baggio, a Recode é uma ONG que está presente em nove países por meio de mais de mil centros de empoderamento digital (CED). Com o objetivo de promover a inclusão digital, a Recode desenvolve metodologias para ampliar o impacto das ações de ONGs, bibliotecas e escolas públicas parceiras que tenham interesse em desenvolver nos jovens habilidades digitais e competências socioemocionais, estimulando o protagonismo e o potencial da nova geração como agentes de transformação social. Mais de 1,8 milhão de pessoas já foram impactadas e os números seguem aumentando a cada dia. 
Informações à imprensa 
AGÊNCIA PRIORIZA 
Annete Morhy - [email protected] - 11 98777-3377 
Gil Stefani – [email protected] – 11 98785-3926 
Thais Fernandes - [email protected] - 11 95880-1076
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »