18/07/2012 às 23h42min - Atualizada em 18/07/2012 às 23h42min

Governador Alckmin realiza inspeção às obras da estação e pátio Oratório do Metrô

A estimativa é de que mais de nove mil passageiros por dia utilizem a estação quando em funcionamento, em 2013

Departamento de Imprensa Metrô - foto: Du Amorim

O governador Geraldo Alckmin realizou nesta quarta-feira, 18, inspeção às obras de construção da estação e pátio Oratório, que fazem parte da extensão da Linha 2-Verde, em monotrilho. O secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, e o diretor-presidente do Metrô, Peter Walker, participaram da vistoria.

“As obras estão em um bom ritmo e devemos entregar no ano que vem as estações Vila Prudente e Oratório e o pátio Oratório. Cada monotrilho tem sete carros, então são 378 carros, moderníssimos e com ar condicionado. A melhor demonstração de que não prejudica a parte urbana foi a extraordinária valorização da região. Os imóveis da região tiveram grande salto com a presença do monotrilho”, ressaltou Alckmin.

A estação já tem sua parte bruta da estrutura concluída. A próxima etapa será a finalização das lajes da plataforma e mezanino, para posteriormente serem iniciados os trabalhos de acabamento e instalação de cobertura metálica.

As obras de construção da Oratório tiveram início em outubro de 2010. Atualmente, 139 operários executam as lajes da plataforma e mezanino. Quando finalizada, serão cinco mil metros quadrados de área construída e dois acessos, cada um com bicicletário para 50 bicicletas. A estação será totalmente acessível, contará com elevadores e escadas rolantes que permitem o acesso do mezanino às plataformas. A estimativa é de que mais de nove mil passageiros por dia utilizem a estação quando em funcionamento, em 2013.

“O monotrilho é uma grande alternativa de transporte limpo, não tem poluição, elétrico, bonito, confortável e de alta qualidade para atender a população, além de ser muito rápido, 80 quilômetros por hora”, finaliza o governador.

Pátio de manutenção e estacionamento Oratório

As obras de construção do pátio Oratório tiveram início em setembro de 2010. Atualmente, estão sendo realizadas as obras de terraplenagem, a construção de galerias enterradas e as fundações para as vigas-guia do monotrilho.

O novo pátio será o primeiro do Metrô específico para o sistema monotrilho. O pátio Oratório, com 5.650 metros de vias e capacidade para estacionar 28 trens, terá uma alça de acesso ao leste logo após a estação Oratório.

A área total do pátio é de quase 90 mil metros quadrados e abrigará 22 edificações, além de uma máquina de lavar trens.

Prolongamento da Linha 2-Verde em monotrilho

O primeiro trecho do prolongamento da Linha 2-Verde do Metrô, Vila Prudente-Oratório, com extensão de 2,9 km, encontra-se em implantação e é composto por duas estações: Vila Prudente e Oratório, além do pátio Oratório.

Posteriormente, seguirá de Oratório a São Mateus, com extensão de 10,1 km e oito estações: São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstoi, Vila União, Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus.

O trecho final, São Mateus - Hospital Cidade Tiradentes, terá sete estações e 11,5 km de extensão. No total, serão 24,5 km, ligando Vila Prudente ao Hospital Cidade Tiradentes, com 17 estações.

A inauguração do primeiro trecho do monotrilho da Linha 2-Verde, em construção entre Vila Prudente e Oratório, está prevista para 2013. O segundo trecho, até São Mateus, deverá iniciar funcionamento em 2014 e a chegada à Cidade Tiradentes, em 2016.

Com investimento de R$ 5,4 bilhões, a linha completa de Vila Prudente até o Hospital Cidade Tiradentes terá 24,5 km de extensão e 17 estações. A demanda da extensão em monotrilho da Linha 2-Verde será cerca de 501 mil passageiros/dia.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »